TOP10: Os Melhores Episódios de Buffy

   

fim TOP10: Os Melhores Episódios de Buffy

Em 10 de Março de 1997, Buffy – A Caça Vampiros estreava como tapa-buraco na The WB, canal ainda pouco conhecido na época. A série era baseada em um filme flopado de 1992 com o mesmo nome, escrito e dirigido pelo idealizador da série, Joss Whedon. Os amigos da protagonista Sarah Michelle Gellar até chegaram a dizer para a atriz que sentiam pena dela. A produção não tinha dinheiro para convidar diretores e ninguém acreditava no futuro da série. O final da história é uma surpresa: a série terminou apenas em 2003, e só porque Gellar resolveu se ausentar do projeto; não existe Buffy sem Buffy.

A alma da série estava no humor do drama, num roteiro cheio de referências ao mundo pop da época e personagens carismáticos. Mesmo em um mundo absurdo e trash, cheio de demônios, vampiros e seres das trevas, fica difícil escolher apenas 10 episódios dos 144 proporcionados durante as sete temporadas. Mas ainda assim, Carla BeatrizTaís Amaral e eu nos aventuramos para escolher nossos favoritos e montar um TOP10.

15 TOP10: Os Melhores Episódios de Buffy

Por Eduardo Storm

Até o 7º episódio da 1ª temporada de Buffy, não conhecíamos nada sobre Angel. Ele apenas aparecia do nada de vez em quando para avisar Buffy de algum perigo mortal, e simplesmente sumia. E foi no episódio que leva seu nome onde descobrimos que Angel é um vampiro. Foi Darla (interpretada por Julie Benz, a Rita de Dexter) quem o havia transformado há 240 anos e quem primeiro comentou sobre sua maldição; Angel matou uma garota muito querida de uma tribo cigana e, como vingança, os membros da tribo o amaldiçoaram, dando sua alma de volta. Desde então, Angel precisa viver com o peso na consciência de ter sido a criatura mais cruel que já andou na face da Terra – nas palavras do Mestre – e nunca mais se alimentou de humanos.

24 TOP10: Os Melhores Episódios de Buffy

Por Eduardo Storm

O negócio esquentou alguns episódios atrás: o único modo de quebrar a maldição de Angel – ou seja, tirar-lhe sua alma – seria alcançando a verdadeira felicidade. Mas ninguém sabia disso (a não ser Jenny Calendar, professora de Informática, que na verdade é Janna da tribo cigana que amaldiçoou Angel e foi enviada a Sunnydale para observar Buffy), então Buffy e Angel “consumaram a relação”. O cara atingiu a tal verdadeira felicidade e voltou a ser evil, com direito a calça de couro e lápis de olho. Passion mostra sádicas brincadeiras de Angel, como observar Buffy e sua mãe enquanto dormem e matar os peixinhos do aquário de Willow. E, depois de uma perseguição bem tensa, mata Jenny/Janna, que estava trabalhando em um feitiço para devolver-lhe a alma. Como se não fosse o bastante, ainda coloca o corpo da professora na cama de Giles, por quem era apaixonada reciprocamente.

3 TOP10: Os Melhores Episódios de Buffy

Por Carla Beatriz

Depois de ter sido traída por Xander, Cordelia tenta de várias formas provar para todo o colégio que já superou o relacionamento e não quer mais saber de perdedores como ele. Seu sofrimento e sede de vingança atraem o demônio Anyanka para Sunnydale. Disfarçada como uma colegial, “Anya” se aproxima de Cordelia que não deseja nenhum mal a Xander, mas sim que Buffy nunca tivesse ido para Sunnydale. A realização do desejo de Cordelia nos leva para um mundo totalmente diferente onde o Mestre e seus vampiros dominam a cidade e os poucos humanos que restam vivem com medo. Giles não é mais um sentinela, Willow e Xander são os vampiros de mais confiança do Mestre, Angel é prisioneiro dos vampiros e é torturado todos os dias e Giles conta somente com Oz e mais dois alunos para proteger a cidade. Um dos melhores fillers já feitos por aí. Pausa completamente a história principal da 3ª temporada quando nos leva para um mundo apocalíptico. Nem a caçadora é de grande ajuda diante de todo aquele caos. A cena da batalha da fábrica é sensacional e nós vemos quase todos os nossos personagens favoritos morrendo, enquanto Giles tenta reverter o feitiço de Anyanka. Logo após Buffy ser morta pelo Mestre, Giles quebra o colar – o centro de poder do demônio – revertendo o encantamento e transformando Anya numa simples humana de 18 anos e estudante de Sunnydale High.

4 TOP10: Os Melhores Episódios de Buffy

Por Carla Beatriz

Para mim, a terceira temporada de Buffy é uma das melhores, se não for A melhor de todas. O season finale dela tem diversos elementos que mudaram a série para sempre. O segundo grau acabou e depois disso tem a difícil fase de toda a série adolescente: sobreviver a transição do colégio para a faculdade. Nesse episódio duplo, Buffy deixa de trabalhar para o Conselho quando eles se recusam a ajudar na pesquisa para descobrir uma cura para o envenenamento de Angel e agora não acata mais ordens vindas da Inglaterra. Outra grande mudança é que, depois da graduação, vários personagens deixaram a série; Angel vai para Los Angeles ganhar seu spin-off e Cordelia e Wesley vão “junto” com ele.
A tal ascensão do Prefeito finalmente acontece e antes disso ainda temos a luta mais esperada da temporada. Buffy e Faith finalmente se enfrentam “até a morte” depois que a primeira descobre que a única cura para Angel é o sangue de uma caça-vampiros. Pela primeira – e talvez única – vez em toda a série, a Scooby Gang pede ajuda de “civis” para combater um demônio. De uma maneira deliciosamente irônica, Buffy acaba o segundo grau destruindo completamente o prédio do colégio que estava lotado de explosivos para destruir o demônio. Se alguém ainda tem dúvidas esse episódio foi escrito e dirigido pelo criador da série/gênio Joss Whedon.

5 TOP10: Os Melhores Episódios de Buffy

Por Taís Amaral

Um episódio digno de estar na lista por toda a adrenalina que causa do início ao fim. Primeval é cheio de intrigas, lutas, magia, e emoções à flor da pele rolando soltas. Adam, o vilão da vez, prepara uma verdadeira guerra soltando os monstros que a Iniciativa achava ter capturado, mas que na verdade eram ‘cavalos de tróia’ de Adam. Riley descobre ter um chip no coração que comanda seu sistema nervoso central e o faz obedecer às ordens de Adam. Spike coloca os Scoobies uns contra os outros, mas nada que o super-time não pudesse superar, e com direito a um emocionante e engraçado abraço em grupo na hora da reconciliação. E mais uma vez a gang mostra seu poder ao reunir as melhores qualidades de cada um em Buffy para conseguir derrotar Adam.

6 TOP10: Os Melhores Episódios de Buffy

Por Carla Beatriz

Esse é o episódio mais diferente, mais tenso, mais assustador, mais aclamado pela crítica e mais WTF de todos os 144 episódios que a série teve em suas 7 temporadas no ar. Em The Body, outro episódio brilhantemente dirigido e escrito por Whedon, Buffy chega em casa e vê sua mãe, Joyce Summers, deitada no sofá, morta. O desespero de Sarah Michelle Gellar é contagiante e deixa o público atordoado, sem saber o que fazer e querendo entender como aquilo aconteceu. Acostumados a combater demônios e prevenir o mal, a Scooby Gang e a caçadora se vêem completamente impotentes diante da morte natural de um ente querido. Joyce morreu de um aneurisma, simples e comum complicação depois de uma cirurgia para a retirada de um tumor no cérebro. Whedon constrói o episódio especificamente para que ele se destaque dos outros da série. Não existe trilha sonora, não é usada nenhuma música triste para dramatizar os momentos. Constantemente a linearidade da história é cortada com alucinações de Buffy pensando em como ela poderia ter mudado as coisas e depois somos jogados novamente naquele mundo silencioso e tenso. Todos os vampiros, todos os demônios, todas as ameaças de apocalipse foram fichinha em comparação à perda da mãe. Para mim, nenhuma cena da série foi mais assustadora do que os closes no rosto de Joyce morta no sofá. The Body é um desses episódios que muda a trajetória das coisas. Nesse caso, transformou Buffy em clássico, Sarah Michelle Gellar numa grande atriz e Joss Whedon em gênio.

7 TOP10: Os Melhores Episódios de Buffy

Por Taís Amaral

Este especial musical teve momentos emocionantes e hilários provocados por toda a cantoria. Os momentos de comédia ficaram por conta de Anya cantando que os coelhos eram os culpados de tudo aquilo e dos demônios reclamando que Buffy andava meio desanimada, que não era mais a mesma. Legal como a série consegue fazer graça de qualquer coisa e nos momentos mais inapropriados. Contudo, com a música e a dança também veio a verdade: Tara declara seu amor por Willow em Under Your Spell, Xander e Anya confessam estar assustados com o casamento em I’ll Never Tell, e Buffy finalmente desabafa toda sua tristeza com Something to Sing About, cena de silêncio mortal, quando ela finalmente conta que na verdade estava no paraíso e não no inferno, como todos acreditavam. Acho que o queixo da Willow deve estar no chão até hoje.

8 TOP10: Os Melhores Episódios de Buffy

Por Taís Amaral

Um dos episódios mais cômicos, com certeza. Os Scoobies perdem a memória após um feitiço de Willow dar errado (pra variar). Desmemoriados, chegam à errônea conclusão que Xander e Willow são namorados, Anya está noiva de Giles, e que Spike é Randy, filho de Giles. Cenas hilárias acontecem quando eles tentam deixar a Magic Box em busca de respostas e são assustados por vampiros que estão atrás de Spike. Buffy fica se achando a tal quando salva ‘Randy’, Willow confessa a Dawn que “acha que é meio gay”, Anya tenta fazer feitiços e faz aparecer coelhos por toda a loja… Um dos finais mais tocantes da série se dá enquanto Michelle Branch canta Goodbye to You e vemos Giles indo embora para a Inglaterra, Tara deixando Willow e Buffy caindo apaixonadamente nos braços de Spike.

9 TOP10: Os Melhores Episódios de Buffy

Por Eduardo Storm

O Primeiro Mal, vilão principal da temporada que, como viríamos a descobrir mais tarde, não pode assumir forma corpórea e só aparece na pele de gente que já morreu, fez seu primeiro contato direto com os membros da gangue do Scooby. Vários episódios de Buffy tem o poder de prender a atenção do público, mas são raros aqueles que realmente põe medo. Nesse a coisa ficou tensa, digna de filme de terror. O Primeiro aparecendo para Dawn na pele Joyce, posicionada do mesmo jeito que Buffy a encontrou morta no episódio The Body, da 5ª temporada, foi realmente assustador. Cassie, personagem morta três episódios atrás, transmite mensagens do mundo dos mortos de Tara para Willow, e a idéia inicial era realmente ter Amber Benson reprisando o papel, mas a atriz (que não ficou muito contente com sua morte na temporada passada) se recusou. Mas aquela frase “Oh, not it. Me.” me arrepia até hoje.

10 TOP10: Os Melhores Episódios de Buffy

Por Taís Amaral

O mais memorável episódio de todos, com certeza. Chosen encerra a saga da nossa caçadora em grande estilo. Angel estava lá, claro, todo ciumento só porque não era mais o único vampiro a ter uma alma. O que durou pouco, pois Spike “volta a ser pó” depois de arrasar com o exército do Primeiro. Nossa heroína, como sempre, espera até o último minuto para se salvar em uma sequência incrível, com Sunnydale se desfazendo logo atrás dela. A caçadora consegue saltar em cima do ônibus onde os Scoobies estavam e se salvar, terminando assim sua última aventura.

A série acabou, mas a história de Buffy não. Em 2007 foram criados os quadrinhos de Buffy – A Caça Vampiros, que dão continuidade à trama como uma 8ª temporada. A Panini só lançou cinco revistas no Brasil, compilando os dois primeiros arcos de histórias. Mas lá fora, a HQ é super conceituada, vencedora de vários prêmios, sempre figurando entre os mais vendidos e já teve mais de 20 edições. Apesar de não ter a mesma emoção de assistir à série na TV, os quadrinhos tem a mesma pegada da série com roteiros do próprio Joss Whedon e Brian K. Vaughan.

Para conferir as reviews de todas as temporadas feitas recentemente para o Na TV como resultado da minha maratona de Buffy, clique aqui.

   

Sobre Eduardo Storm

Eduardo Storm é metido a publicitário, cinéfilo desesperado, músico nas horas vagas, leitor assíduo e viciado em séries. De vez em quando (sempre, na verdade) devaneia em seu twitter, só pra descontrair.

Comentários

  1. LadyMoon disse:

    Mto bem escrita e nostálgica essa review. me fez relembrar quão triste foi a passagem dessa caçadora de vampiros nas telas. Que bom que os vampiros voltaram com força total pra TV, mas essa série é icônica e deixou saudades…

    • Os vampiros voltaram mesmo com força pra TV, mas Buffy foi precursora de todos eles. Vampire Diaries, por exemplo, tem mais recursos e é mais bem feita técnicamente, mas nunca vai ter personagens nem histórias como as de Buffy.

      Obrigado pelo comentário!

  2. Buffy foi minha pre-adolescencia… Terminou quando eu tinha 14 anos e foi um dos principais motivos deu gostar tanto de historias de vampiros.

    Meu episódio favorito ever, é o musical. Não me canso de ver ou de ouvir as musicas

    • Quando tava seguindo com a 6ª temporada, assisti o musical umas 4x antes de partir para o próximo episódio, e até hoje a trilha sonora tá no meu ipod. É muito bom, o melhor da série com certeza.

      Valeu pelo comentário!

  3. Leandro Faria disse:

    Ok, me convenceram!

    Vou ver Buffy!

    Desde o início!

    Rá!

  4. Comecei ver Buffy faz pouco tempo e já estou adorando, estou na terceira temporada e está muito, mas muito boa. O Joss é um gênio!

  5. Rafael disse:

    Esperava bem mais do episódio final. Achei muito corrido e soluções convenientes e furadas pra algumas situações.

  6. Leticia disse:

    Buffy realmente marcou minha pre-adolescência ! Comecei a assistir quando tinha 10 anos, "e foi um dos principais motivos deu gostar tanto de historias de vampiros".[2]

    Adorei esse especial ^^

    Adooro Buffy! E quem nunca assistiu assista pq vale muito a pena!

  7. Fernando TIM disse:

    O melhor episódio na verdade não foi comentado: “HUSH”, quando todos ficam mudos…

    Tensão, medo e angústia.

  8. Larissa disse:

    Desculpa, mas preciso acrescentar mais um episódio nessa lista: 4×10 – Hush, episódio em que Buffy, os Scoobies e Riley enfrentam aqueles monstros de sorriso assustador que roubam a voz das pessoas para roubar seus corações. O episódio foi uma resposta de Joss aos que diziam que o melhor do seriado eram os diálogos – o que importa é que ganhamos um episódio muito engraçado em que Buffy e Riley descobrem a verdade sobre o outro…

  9. Patrícia disse:

    A melhor série de vampiros de todos os tempos! A "Saga" vampiros começou com a Buffy e, na minha opinião, apesar de estar na moda novamente, Buffy…é Buffy! Comecei a ver esta serie tinha 10 anos, acompanhou toda a minha adolescência…hoje tenho 26 e estou a rever novamente. E riu, e choro como na primeira vez. Que série fantástica…com partes muito cómicas mas, na minha opinião, o drama superou. Situações muito tristes…com grandes interpretações. Adorava todo o "gang"…e Sarah? Sarah Michelle Gellar? Provou aí o quão boa actriz é e só tenho pena que o seu talento não seja melhor explorado. Beijos e adorei o post! :D

Trackbacks

  1. [...] O roteiro está sendo preparado por Marti Noxon, que escreveu muitos dos episódios da finada (e querida) série Buffy – A Caça Vampiros. A direção ficará a cargo de Graig Gillespie, de filmes como A [...]

Seu Comentário

*