Gilmore Girls – Segunda Temporada

   

gilmore girls 570x427 Gilmore Girls   Segunda Temporada

Lorelai- Não tenho nada a dizer. Nunca tenho nada a dizer.
Rory- Sim, essa é a sua reputação.
Episódio 02×13 – A-Tisket, A-Tasket

No adorável season finale do primeiro ano de Gilmore Girls, fomos deixados com a pergunta de Max no ar. Será que Lorelai aceitaria seu pedido? Ou iria partir seu coração em mil pedaços? Enquanto isso, Rory fazia as pazes com Dean no melhor estilo ‘final de comédia romântica’.

Para quem achava que a segunda temporada não poderia ser tão boa quanto a primeira, Amy fez com que mordessem a língua. Gilmore Girls volta para seu segundo ano com fôlego de campeã. A vida das garotas Gilmore dá uma guinada com o pedido de casamento e com isso toda a cidade acaba ficando em polvorosa.

Lorelai, ainda confusa sobre aceitar ou não o pedido de Max, se vê sonhando com seu casamento. E após uma discussão com Luke, e um telefonema muito estranho para Max, percebe que está mesmo disposta a se casar.

Para falar a verdade fiquei preocupada que a união entre Max e Lor fosse mudar a dinâmica das Gilmore. Como um homem se encaixaria na história? Elas são tão ativas e elétricas que poderiam ofuscar o brilho até de um farol. Porém, fui surpreendida (positivamente) ao ver como as coisas fluíram bem com Max na vida das Gilmore. Parecia tão natural a presença dele em Stars Hollow que era como se sempre tivesse estado ali. Sem falar que Dean tentando ensinar à Max sobre os segredos e manias das GG, foi muito engraçado.

E, quando eu já estava me acostumando com a presença de Max, a Lorelai vai e foge no dia do casamento. Juro que não esperava uma reação dela assim. Sabia que ela não iria casar com Max, até porque haviam muitos fios soltos, tanto com Luke como com Christopher. Mas, fugir assim, sem dar nenhuma satisfação ao noivo foi meio infantil. Apesar dos pesares, a fuga teve um lado bom, pudemos ver Rory em Harvard. Ela parecia uma criancinha em loja de doces, deslumbrada com tudo que via.

gilmore girls 3 season 01 Gilmore Girls   Segunda Temporada

Tudo muito lindo, tudo muito bom, mas a festa tinha que acabar alguma hora. Jess, o sobrinho adolescente rebelde de Luke, chega à cidade. E já chega com tudo, arredio com o tio, rouba o pote de doações de Taylor, desrespeita Lorelai. AMEI esse garoto! #NOT. Gostei que tenham achado alguém que seja mais compatível com Rory, com quem ele até se torna um ser agradável, mas ele pegou pesado no mau humor. Ainda assim o triângulo amoroso foi divertido, não para Dean, óbvio, já que o coitado teve que aturar o bad boy a temporada toda sem bater nele.

Falando sobre Dean, fiquei com muita pena dele nessa temporada. Primeiro Jess apareceu pra incomodar, daí Rory se apaixonou por Jess, perdeu a pulseira que Dean deu pra ela, deixou o coitado de lado e pra fechar com chave de ouro ainda detonou o carro que Dean construiu pra ela. Fala sério, Dean tem que amar muito Rory pra aguentar tudo isso.

Para os outros personagens a segunda temporada também foi bem movimentada: Lane achou sua “paixão”e Sookie e Jackson resolveram se casar. Lane tocando bateria na loja de instrumentos musicais, sozinha no escuro foi o máximo. Representa muito bem o que a personagem é, determinada, apaixonada e meio crazy. Não tem como não amar Lane. E Sookie pirou de vez com a história do casamento, até aceitou os conselhos de Emily! Por sorte terminou tudo bem.

A reta final reservou emoções fortes para todo mundo. Lorelai finalmente se formou, infelizmente sem a filha querida para presenciar o momento, Rory fugiu para New York para ver Jess, Chris e Lor ficaram juntos de novo e Rory beijou Jess. Ufa! Quanta coisa aconteceu em tão pouco tempo. Fiquei surpresa com Rory, nunca imaginei que ela fosse capaz de fazer tudo que fez, mas acho que o amor faz isso com as pessoas mesmo. Pena que Christopher não teve a mesma coragem, não abandonou Sherry pra ficar com Lorelai, o que me decepcionou profundamente, porque eu amo aqueles dois juntos. E seria tão bom ver a família feliz reunida sob o mesmo teto. O pior de tudo é que no fim Rory deixou Lorelai sozinha porque amarelou e fugiu pra Washington pra pensar com quem gostaria de ficar. O que será que irá acontecer agora?

 

FESTIVIDADES E OS EVENTOS MALUCOS DE GILMORE GIRLS

gg 570x427 Gilmore Girls   Segunda Temporada

Não é segredo para ninguém que Gilmore Girls é uma série cheia de eventos. Stars Hollow é o lugar com as festividades mais estranhas da galáxia e não poderia deixar de comentar algumas delas aqui.

A festa pré-casamento de Lorelai e Max – Tá, não é um evento regular da cidade, mas foi incrível ver toda a cidade enfeitada para celebrar, bom, a noiva claro, já que a maioria ali nem conhecia Max direito.

Baile de Debutante – Rory é a filha que Emily e Richard nunca tiveram. Sim, porque nunca que em seu perfeito juízo Lorelai iria fazer aquilo. Ainda mais aquela dancinha ridícula com as penas, por favor, ninguém merece!

O Jantar de Bracebridge – Lindo, simplesmente perfeito, todo mundo junto jantando, os seres mais estranhos compartilhando conversas mais esquisitas ainda na mesa de jantar e pra fechar com chave de ouro uma volta de trenó, puxado por cavalos, pela cidade, coberta de neve. Juro que me mudava pra lá se tivesse como fazer isso.

Leilão Beneficente de Cestas – Concordo com Lorelai, é um conceito legal, arrumar uma cesta bonitinha e ter alguém com quem dividir uma refeição é bacana. Sem falar que Jackson pedindo Sookie em casamento tornou o evento ainda mais fofo.

Festival de Filmes de Stars Hollow – Em momentos como este é que me pergunto: por que a minha cidade não é assim? Assistir filme em um telão no meio daquela praça linda, toda iluminada, à noite é um sonho de consumo. Stars Hollow me ganha com esses eventos.

 

JESS x DEAN

Milo Jared 570x436 Gilmore Girls   Segunda Temporada

Jess é um personagem que dividiu minha opinião. A princípio não apreciei muito seu jeitão de bad boy, mas conforme foi passando o tempo gostei de sua dinâmica com Rory. Eles realmente combinam bem mais do que ela e Dean.

Por outro lado, descobri que sou Team Dean nessa história. Antigamente (e recentemente, por um breve período) gostava mais do Jess por aquela coisa toda de ser um amor quase platônico, sim, quase, porque ela estava indisponível, mas gostava de Jess. E eu achava aquilo a coisa mais linda, ele tentando conquistá-la e tudo mais, as cenas dos dois juntos eram bem íntimas, como se eles realmente fossem almas gêmeas. Aí veio a 3ª temporada e estragou essa visão romântica do casalzinho. Mas isso é história para a próxima review.

Já Dean tem um histórico praticamente impecável. Ele realmente foi o namorado perfeito, sempre atencioso, dedicado, fofo e apaixonadíssimo por Rory. Até a água o coitado trocava para Lorelai, cortava a grama, aturou Tristan e o avô ciumento, construiu um carro para Rory, enfim, a lista é longa e o espaço é curto. Dean merecia uma medalha, ou ao menos a garota, pena que adolescentes são meio desprovidos de senso lógico e Rory acabou fugindo da responsabilidade de ter que escolher entre os dois e foi para Washington pensar na vida.

 

MOMENTO FAVORITO

ggjl 570x427 Gilmore Girls   Segunda Temporada

Luke empurra Jess no lago – 02×05

Ok, ok, podem reclamar o quanto quiserem, porque eu tenho plena consciência de que existem vários momentos maravilhosos nessa temporada. However, na hora em que Luke empurrou Jess naquele lago, rolou uma identificação tão grande quanto a gargalhada. Tudo que queria fazer com aquele cara naquela cena (e com muitas pessoas em vários momentos na vida real) Luke foi lá e fez. E nem olhou pra trás! E depois pirou de vez contando isso todo apavorado para Lorelai. Simplesmente brilhante! Melhor parte da temporada.

 

Apesar de ter assistido (de novo) a segunda temporada há pouco tempo, me deparei com a vontade de rever tudo só para escrever essa review. Então mais que recomendo que até os fãs que já assistiram toda a série a revejam, porque Gilmore Girls é uma daquelas séries que não perde o brilho com o tempo. Se ainda não viu , leia aqui a review da primeira temporada. Até a próxima!

   

Sobre Taís Amaral

Taís Amaral é estudante de Fisioterapia, gaúcha e viciada em séries desde sempre. Nas horas vagas (quando não está vidrada assistindo alguma série) escreve sobre cinema para o portal-cinéfilo e ainda pode ser encontrada em seu Twitter: @tay_am

Comentários

  1. Oi Taís! Também sou fã de Gilmore Girls, princiaplmente do texto que é bárbaro. Só não consegui assistir do 10º episódio até o final da última temporada. Houve a troca de roteirista e na última temporada o cara construiu uma Lorelai insegura que não combina com a Lorelai que vimos nas outras temporadas. Foi uma pena a série ter se perdido bem no final….o dia que estiver com paciência vou sentar para ver essa temporada final que é um "saquinho". Todo mundo me falou que o desfecho é lindo, mas não tenho paciência para ver uma série quando o texto fica ruim e a coisa desanda na metade. Parabéns pela crítica! Abraço

    • Taís Amaral disse:

      Oi, Wander!

      Realmente, o texto de Gilmore Girls era sensacional. Faltam séries com o ritmo e inteligência vistos em GG. A última temporada foi triste de ver. Lorelai estava lá de corpo, mas não de alma. Pra você ver como uma pessoa só faz e sim a diferença, GG não foi a mesma desde a saída de Amy. Não achei o desfecho lá essas coisas, a meu ver ficou devendo muitas coisas, mas isso é assunto para uma futura review.

      Obrigada pelo comentário e volte sempre! =)

  2. Talvez por ter começado a assistir a série lá pela 3ª temporada, sem muita responsabilidade, eu tenha ficado surpresa por gostar da dinâmica de Lorelai e Max, quando resolvi ver do começo.. Por ter eternamente team Luke, achei que ia odiá-lo logo de cara, e gostei que não tenha sido assim.. Achei adorável o pedido de casamento e até quase pensei na possibilidade de torcer para que desse certo.. O problema é que ele parecia certinho demais, e não caberia no mundo das duas, pelo menos pra mim..

    E é com esse mesmo pensamento que falo de Jess.. Acho que não sou romântica ou romantizada, mas o mimimi bonzinho de Dean sempre me incomodou.. Ele era prestativo demais, fofo demais, menino demais.. Mesmo que tenha sido legal acompanhar o primeiro amor de Rory, foi ainda melhor vê-la apaixonada pela primeira vez.. O primeiro beijo entre eles foi surpreendente, provavelmente o momento em que enxerguei nela um pouco da impetuosidade da mãe..

    Já Chris, desde o começo, sempre demonstrou o quão covarde é.. Nunca gostei dele, e sempre odiei que tenha atrapalhado a vida de Lorelai sempre que pode..

    Pra encerrar, os eventos de Star Hollow são ótimos! A criatividade local é tão grande quanto meio bizarra.. mas digna de querer morar ou pelo menos passear por lá.. E concordo, GG é uma das séries que não perde o brilho nunca (:

    • Taís Amaral disse:

      Carla, eu também fiquei surpresa por gostar da dinâmica dos dois, mas por outros motivos. Foi estranho pensar em um homem na vida das Gilmore, sabe, ficando pela casa, levando Lor para sair, passeando pela cidade. Conforme foram mostrando Max interagindo com elas acabei gostando e senti pena quando Lor fugiu, confesso.

      Dean era perfeito demais, mas Rory sendo tão querida por tantos, não poderia arranjar um primeiro namorado diferente. Teve seu príncipe perfeitinho, que cumpriu bem o papel, mas uma hora iria cansar, claro. As partes que me fizeram gostar de Jess foram justamente essas, quando ele estava com Rory e a fazia ficar mais leve, mais solta, o que não acontecia com Dean. A cena dos dois conversando no carro, no trenó, na praça, na ponte, sempre adoráveis.

      Sempre gostei de Chris, afinal é o pai da Rory e foi um grande amor de Lorelai, mas ele me magoou profundamente quando deixou Lorelai plantada no casamento da Sookie. Não tem perdão o que ele fez. A Rory também precisava de um pai na vida dela.

      Uma das coisas que mais me marcaram na série foram as festividades. Achava aquilo tudo incrível, desde a bizarrice dos eventos até a participação em massa de toda a comunidade. Adoraria poder visitar a cidade.

      GG é muito boa pra perder o brilho.

      Obrigada por comentar! =)

  3. Sou team Luke (Java Junkie forever!), mas gostei de todos os namorados da Lorelai. Ao contrário dos da Rory, que mais me irritavam do que qualquer outra coisa, mas, em determinados momentos, eles me cativam, só não muito. Mas, sim, tive muita pena do Dean, a Rory vacila ddemais com ele. E, diferente da maioria dos fãs de Gilmore, não gostava Jess, só mais pro final, o aceitei, mas no começo, nossa, era o que mais me dava nos nervos.

    O episódio do jantar de Bracebridge é um dos meus preferidos da série. Gosto bastante também da season finale dessa temporada, entre outros. Ah, ainda guardo raiva da Rory por ter perdido a formatura da mãe,rs

    Esses posts são adoráveis e nostálgicos. Aguardo os das demais temporadas.

    • Marianna disse:

      Samara, eu achei que era a única que não gostava do Jess. UFA! Bom pensar que eu não sou tão estranha assim!!!!

      • Marianna, também digo "ufa",rs Somos estranhas no ninho Gilmore,rs Eu realmente não vejo o que as pessoas veem de tão sensacional no Jess.

        • Taís Amaral disse:

          Samara, vou ter que confessar que não sei de que team eu sou, hehe. Adoro tanto Luke, quanto Max e Chris. Por mim qualquer um desses que terminasse com Lorelai me deixaria feliz. Já Rory não sei. Foi mesmo um pior que o outro. Dean, sendo o perfeitinho que sempre foi, é minha escolha pq de resto não se salva nenhum.

          Haha, jura? Também é um dos meus. Volta e meia revejo esse episódio, adoro a cidade toda enfeitada e o pessoal junto, sem falar no passeio de trenó que foi muito legal.

          Sim, a Rory ter perdido a formatura da mãe foi de cortar o coração, a Lorelai não merecia isso. Ainda mais por causa do mané do Jess!

          O que as pessoas 'veem' no Jess é que ele era o 'bad boy' da história, e tem um monte de gente por aí que não admite, mas AMA um bad boy, vai entender, né!?

          Obrigada pelo comentário =)

  4. EmersonMH disse:

    Minha história com Gilmore Girls é peculiar. Estava eu no final de minhas férias (acho que, em 2002). Havia chegado de viagem e estava exausto.

    Como bom "seriemaníaco", coloquei na Warner pra assistir alguma coisa deitado na cama e acabei adormecendo.

    No meio do meu sono, começo a ouvir uma conversa, um blá, blá, blá que foi me enervando e acordei muito irritado com o barulho da TV: era uma típica conversa entre Lorelai e sua filha Rory!

    Olhei extasiado a tela de como aquela conversa rápida me incomodava, mas à medida que fui escutando o que elas diziam eu comecei a achar graça e prestei atenção naquela menina linda (Alexis) com cara de anjo e na qual nunca tinha visto.

    Pois é, a partir daí comecei a assistir a Gilmore Girls. No início meio encabulado por ser homem e gostar tanto da série, mas depois abracei este seriado e percebi que foi um dos mais instigantes que eu vi sem que houvesse nenhuma apelação.

    Achei o seriado perfeito até aquela loucura que aconteceu com a Rory no fim da quinta temporada, na qual achei meio forçado e meio "barrados no baile", que nunca consegui assistir por mais de 5 minutos.

    No mais, a sexta temporada foi muito focada nesse erro e, depois, veio a sétima que não me disse nada. Só o último episódio que se salvou.

    Taís Amaral, parabéns pelo seu review que me trouxe a lembrança todos esses fatos (alguns eu havia esquecido). Um grande abraço e espero seu review da terceira temporada.

    • Taís Amaral disse:

      Hahaha, verdade EmersonMH! As Gilmore têm um ritmo de diálogo muito rápido. E pra quem está dormindo, não é muito legal acordar com as duas nesse ritmo frenético. Lembro que estava começando a aprender inglês quando começou a passar a série, e as duas me davam um banho de bola, hehe.

      Não tenha vergonha, todo mundo vê algo que poderia ser considerado vergonha alheia. Até post sobre isso já fizemos.

      Isso foi um aspecto que sempre me atraiu em GG, nunca apelaram para atrair a audiência, e ainda sim fizeram um dos melhores shows que já vi.

      Também não gostei daquela confusão. Aquilo não era algo que gritasse 'Rory', achei desnecessário.

      Não achei o último episódio essa maravilha toda, mas pelo menos deu, de certa forma, um ponto final.

      Obrigada pelo comentário! E espero seus próximos comentários nas reviews futuras. ATé =)

  5. Marianna disse:

    Ah, que saudades das meninas Gilmore.

    Eu já assisti todas as temporadas algumas vezes e não me canso nunca.

    A segunda realmente foi muito boa (apesar de eu odiar Rory pelo jeito com que ela tratava o Dean).

    NUNCA fui team Jess, sempre fui team Rory, e não sabia como alguem poderia preferir Jess a Dean, o lorinha era o namorado perfeito, pelo menos para uma adolescente. E, a Rory destratar o menino do jeito que ela fazia me tirava do sério.

    Sobre o Max, nunca desgostei da personagem mas tb nunca cai de amores, desde a primeira temporada eu sabia que era team Luke e nunca me deixar desviar do caminho. Então, quando a Lorelai fugiu do casamento eu sabia que era o que tinha que acontecer para que no futuro meu casal perfeito desse certo.

    A Rory ter ido para NY e perdido a formatura da mãe para mim foi o fim, ainda mais por causa daquele merdinha (já perceberam meu ódio pelo Jess né?).

    Sobre meu momento preferido, sem duvidas foi Luke jogando Jess no lago, hoje, revendo a temporada no DVD, revejo a cena inumeras vezes e passo mal de rir, sério, Luke é muuuuito bom, tem épocas em que gosto mais dele do que das meninas. Luke, casa comigo?

Seu Comentário

*