Dexter – 05×12 – The Big One (Season Finale)

   

Dexter 051201 Dexter – 05×12 – The Big One (Season Finale)Sentimental. Nenhuma outra palavra pode descrever essa quinta temporada de Dexter. E no capítulo final, tudo o que consegui foi me sentir triste com os rumos da história. Triste por esses episódios não terem chegado nem perto do potencial que tinham e triste por que a humanização do personagem só serviu para ensiná-lo que o mundo real consegue ser mais cruel do que sua faca.

Desde a morte de Rita, Dex se viu em meio ao novo mundo, em que se descobriu capaz de cultivar algum tipo de sentimento. E abriu sua guarda para as possibilidades que isso trouxe. Provavelmente bem mais do que deveria. Passou a correr riscos demais e a contar apenas com a sorte de não ser pego por inimigos que estavam muito mais focados do que ele. Por isso, foi uma pena ver Jordan Chase indo embora tão facilmente. Ele prometia uma batalha bem mais empolgante. Os embates verbais entre eles foram destaque sempre que aconteceram. Interessante perceber que, mesmo de um jeito psicopata, ele nunca deixou de dizer a verdade. Cada frase enigmática, no melhor estilo palestra motivacional, sempre se adequou perfeitamente. Embora nunca tenha descoberto exatamente os hábitos de Dexter, tenho a impressão de que ele tenha sido aquele que esteve mais próximo de decifrar sua personalidade.

Gostaria que isso tivesse sido levado de uma maneira mais extrema. Que surgissem mais tentativas de manipulação e principalmente um pouco mais de impacto em sua morte. Claro que o impulso de Lumen foi justificável, mas me chamou atenção o fato de Chase não demonstrar medo, mesmo estando amarrado àquela mesa. Continuo em dúvida sobre qual era seu objetivo, quais eram suas motivações. Ficou óbvio que ele realmente acreditava naquele processo de abusos, que achava que não era algo errado. Através de seu jeito doentio, enxergava na violência um jeito de fortalecer a si mesmo, e provavelmente àqueles ao seu redor também. Impossível não sentir que foi eliminado rapidamente, assim como Liddy.

Entendi que essa temporada significa muito mais uma jornada pessoal do que uma trama de mortes e casos investigativos. Só não consigo concordar que tenha acontecido no momento certo. Baseado no primeiro capítulo da temporada, seria mais complexo e instigante se Dexter enfrentasse a perda de Rita daquela maneira visceral e descontrolada. Talvez os roteiristas tenham tentado seguir um caminho diferente para trabalhar outras nuances. Contudo, pelo menos pra mim, se perderam na ideia da romantização. A parceria poderia ter rendido de outra maneira, sem a parte fofura.

De certa forma, apesar de o possível amor entre Dexter e Lumen ter sido o foco principal, fico pensando se isso tudo não serviu para demonstrar que o verdadeiro vínculo sincero está no relacionamento com Deb. A policial foi tudo o que o Miami Metro precisou e evoluiu de uma maneira surpreendente. Quase acreditamos que ela fosse descobrir a verdade sobre o irmão, porém, o que aconteceu foi diferente, embora igualmente intenso.

Dexter 051202 Dexter – 05×12 – The Big One (Season Finale)Para uma policial que acredita no que faz, não deve ter sido fácil tomar a decisão de deixar os ‘vigilantes’ livres. Me pergunto se ela faria a mesma coisa se soubesse quem estava ali. Sinceramente, tenho dúvidas. O momento em que chegou ao acampamento, provavelmente foi um dos (poucos) pontos altos do episódio. O diálogo solitário em frente àquela providencial cortina foi emocionante, principalmente por que não pareceu paternalista. Ela não quis fazer ali um papel de heroína, de protetora dos indefesos, apenas ser justa com as cenas que encontrou naquelas gravações.

Não sei exatamente em que momento isso aconteceu, mas Debra finalmente saiu da sombra do irmão para se tornar uma personagem completa. Como investigadora, se tornou a única competente do departamento. Como mulher, foi o “homem” dos sonhos de Quinn e como irmã, a figura tortamente maternal para Harrison, quando necessário.

Mesmo assim, a resolução para o casos das garotas do barril foi extremamente frustrante. Assim como Santa Muerte, a simbologia das mortes tinha tudo para se tornar uma das melhores. Pelo peso cultural, pelo impacto das imagens, pelas metáforas do estilo de vida ‘Take it!’, ‘Conquiste!’. Entretanto, tudo virou uma investigação como outra qualquer, sem profundidade, sem que Angel, Masuka e até a dispensável LaGuerta pudessem se envolver. Não é possível que eles possam ter sido tão passivos o tempo todo. Meros coadjuvantes em tudo. Vivendo numa novelinha mexicana, dormindo no sofá, com mimimis infinitos.

Por sinal, faço uma pausa para comentar as participações especiais dessa temporada. Um elenco infindável de atores e atrizes. Shawn Hatosy e seu Boyd Fowler, Scott Grimes e seus personagens covardes, Emily/Carrie e tantos outros. Eles foram os responsáveis por segurar a trama. Sem contar que Johnny Miller e Peter Weler foram incríveis como Jordan e Liddy.

E pra completar, Julia Stiles. Juro que tentei gostar dela. Tentei não implicar com seu rosto redondo sem emoção. Prefiro acreditar que a escolha da atriz tenha sido proposital, para que não nos apegássemos a ela. Se fosse alguém extremamente competente e carismática, seria difícil querer uma morte lenta, dolorosa, trágica, torturante e sanguinária para ela.

Por que não, no fim das contas, Lumen não era um grande amor, não era um par perfeito e sequer uma pessoa legalzinha. Tenho certeza que muitos vão defender a personagem, mas a verdade é que ela usou Dex para cumprir sua vingança, e não hesitou ao deixá-lo para trás quando conseguiu. Não posso dizer que esteja completamente errada, afinal, seria meio complicado adiar o horário do jantar só por que o passageiro obscuro precisou de um tempo. Mas a maneira como se despediu foi ingrata e detestável.

Dexter 051203 Dexter – 05×12 – The Big One (Season Finale)Mal pude acreditar no rosto de Dex ao ouvi-la falar que precisava ir embora. Tinha quase certeza que ela deixaria a história, mas não imaginei que seria desse jeito. Os dois desenvolveram um laço importante e o mínimo que ela poderia ter era consideração por aquele que se arriscou em seu favor. Mas tudo que vi foi seu egoísmo ao decidir que não valia o sacrifício. Que seu lado obscuro tinha ido embora e não estava disposta a conviver com alguém que não consegue se livrar do seu.

A frustração do protagonista ao jogar aquele prato foi a maior prova de que a humanidade não é para ele. Ao olhar em seus próprios olhos, percebeu que nunca será alguém comum, capaz de viver e sobreviver aos relacionamentos do dia a dia. E que mesmo que tente, e que se iluda, ninguém vai realmente aceitá-lo. Mas assim, jura que precisava de uma temporada inteira para isso? Não tenho pretensão de que Dexter se mantenha sempre o mesmo, confiante, infalível. Porém, por que manter uma série de episódios calcadas no sentimentalismo e nas possibilidades de risco, para enfim optar por uma resolução covarde e óbvia?

Quinn ficou livre e agradecido por amor. LaGuerta e Angel podem estrelar Malhação. Masuka está com uma nova ‘namorada’. Harrison fez um aninho. A babá, bem.. a babá é apenas a babá. Debra esteve frente a frente com a verdade mais cruel de sua vida e no fim das contas, o máximo que aconteceu foi virar amiguinha da chefe. Jordan morreu, Liddy morreu e vamos todos ser felizes para sempre? Não. Não consigo achar isso plausível. Não há lógica em criar tantos elementos de risco e resolver tudo de maneira burocrática. Ao longo dessas reviews, reclamei da parceria com Lumen, reclamei da lentidão dos fatos, mas sinceramente acreditava que existiria uma justificativa para isso. E o que acontece no final? Dex descobre que precisa voltar a ser ele mesmo.

Posso ter encarado essa temporada do jeito errado. Me fechei para o lado bonitinho e não aproveitei o que poderia ter (de novo, a mesma palavra) sentimentalmente me agradado. Mas a verdade é que, a não ser que tudo seja desconstruído no sexto ano, Dexter corre o risco de ir parar na lista das séries que se perdem em sua própria genialidade. Torço para que isso não aconteça. Afinal, se conseguimos superar Miguel e ganhar um Trinity, tudo pode acontecer. E que o Deus das séries nos proteja de um possível retorno de Lumen.

Ps. Agradeço todos que acompanharam e leram minha estreia no mundo das reviews. As discussões e teorias criadas na caixa de comentários foram extremamente gratificantes. Não tenho dúvidas de que influenciaram minhas impressões sobre a série. Obrigada! ^^

   

Sobre Carla Gomes

Carla Gomes é viciada em séries e gosta de assistir tanto coisas novas quanto clássicas, de preferência do início ao fim e sem qualquer preconceito. Jornalista e meio autista por opção, de vez em quando pode ser encontrada no Twitter @_CarlaGomes_

Comentários

  1. Apesar do lado sentimental que predominou nessa temporada de Dexter, acredito que não tenha prejudicado a genialidade da serie. Eu particularmente gostei muito dessa temporada.

  2. João Vitor disse:

    Eu gostei bastante dessa temporada, criou um suspense muito f*** eu ficava contando pra sair o próximo episódio mas eu fiquei triste com o season finale não esperava que Lumen fosse deixar o Dexter.

    • Apesar de não ter gostado da temporada, tbm fiquei com uma sensação de suspense em alguns episódios, mas não da maneira como costumava acontecer.. talvez essa tenha sido minha maior frustração..

      Lumen ter deixado Dexter por livre e espontânea vontade foi um certo choque.. acho que ninguém esperava mto que fosse dessa maneira..

  3. Nossa… sentimentalismo mesmo.

    Na verdade eu queria que a Lumen morresse e que o Jordan ficasse para a próxima temporada (desperdício do personagem e do ator, foi muito pouco o que tivemos dele); no final, já quando tavam no barco fiquei apreensiva que fosse continuar na melação total na próxima temporada, até queria que ela caísse do barco, acredita?

    Lumen indo embora foi, apesar de ser do time morre Lumen, acho q foi a melhor saída, assim, poderemos ter um Dexter "normal" de novo. Lógico que acredito que ele deveria tentar mudar, ser mais humano, como já mostrou, mas achei que foi muito rápido demais o envolvimento dele, nunca concordei com isso tão do jeito que foi. Ele tava tão envolvido que até já queria apresentar para todo mundo… como assim?

    Mais uma coisa, na cena que a Lumen conta que vai embora, juro que até pensei que ele fosse chorar pela primeira vez com lágrimas e tudo, ainda bem que não!

    Ah, sabia que ia ter um momento tirando aliança do dedo representando seguir em frente.

    Achei legal a cena do Dexter com Astor, a tansformação da Deb em super detetive, o amadurecimento do Quinn. Laguerta até melhorou um pouco, mas não sinto nada de interessante nela. Queria mais do Masuka, quase não apareceu.

    Ficou mesmo do episodio foi a emoção (ou dor) do Dexter, até sofri um pouco com ele, mas fiquei feliz de ver o Dexter meio que de volta no finalzinho.

    Acho que a temporada toda foi uma espécie de transição do Dexter, tudo foi voltado para isso, com uma próxima tempordada mostrando um Dexter estilo da primeira, pelo menos em alguns aspectos, já que ele agora ele tem filho para criar… Digo no aspecto focado, detalhista, seguindo o código inteiramente. Um Dexter mais adaptado. Na verdade, nem sei que esperar, só não quero que a série se perca também. Se não, prefiro que acabe logo.

    Obrigada pelos reviews, mais do que resumindo os episódios, vc sempre soube conectar os fatos e fazer uma crítica muito interessante. Até a próxima.

    • Lana, eu gostaria muito que além de Jordan, Liddy tbm pudesse retornar de alguma maneira.. assim como vc comentou, poderiam ter sido melhor valorizados..

      Confesso que durante aquela cena 'a la Titanic', tbm fiquei imaginando que ela ia cair.. ou alguma coisa trágica.. por isso acredito mto nos seus instintos assassinos ^^

      Dex se perdeu mto nessa ideia de estar apaixonado..Ele gostou da ideia de ter alguém e não o culpo por ter se apressado.. O problema é que não combina com sua trajetória.. Tanto que pela primeira vez, senti vontade de chorar durante um episódio.. Achei que ele ia chorar tbm.. sua cara de decepção foi tão verdadeira que eu quase desejei que ela ficasse.. só para não deixá-lo assim..

      A parte da aliança foi simbolicamente importante.. talvez o momento em que tenha se recuperado ou pelo menos tomado consciência de como precisa agir daqui pra frente.. E o diálogo com Astor foi interessante pra demonstrar isso..

      Essa é uma boa maneira de encarar essa temporada.. uma forma de transição.. só não sei direito no que ele vai se se transformar.. e como isso será tratado.. De qqr maneira, prefiro pensar que tenha sido uma jornada pessoal, que vai ajudar a equilibrar o lado obscuro e detalhista, como as descobertas humanas..

      Fico triste em dizer isso, mas tbm prefiro que a série acabe.. se for pra seguir um caminho mto diferente, é preferível que as coisas sejam concluídas enquanto ainda são dignas..

      Eu que agradeço pelos comentários, mesmo! nos vemos nas notícias de Dex por aqui! =)

  4. Ana Luiza disse:

    Carlinha este season finale só serviu para me mostrar que DExter precisa acabar, enquanto o personagem ainda é legal,porque acho que os roteiristas não sabem mais por onde ir… detestei a finale, e fiquei com raivinha de metade dos episódios…

    • Ai Ana.. me dá uma tristeza tão grande concordar com vc.. Mas é.. Odiaria me decepcionar ainda mais com Dexter.. Fiquei frustrada durante toda temporada, e se for pra fazer um sexto ano fraco como esse, melhor parar mesmo =/

  5. Audrey disse:

    Realmente, foi mto sentimental!

    ahh isso não tah certo..Dexter tem o direito de ter alguem..mas parece q isso vai ser impossível pra ele!

    Concordo com o que vc disse, acho q o Jordan mesmo sem saber a verdade foi o q realmente chegou mais perto da personalidade do Dexter..e da Lumem tb..da mudança dela e td mais!

    Bom..mas discordo de vc q os roteiristas erraram no momento da "fofura"..eu já acho q foi na hr certa, no momento de perda e de dor q as pessoas buscam outras coisas..e pro Dexter foi mto importante depois da morte da Rita ter alguem q via e entendia a verdade dele!

    Tb gostei mto da evolução da Deb, a atitude dela no acampamento foi totalmente coerente com o q ela já passou durante a série, principalmente com o irmão do Dex!

    Bom, tb achei a resolução dos casos bem fraca nessa temporada, a santa muerte ficou total no ar, e das mulheres do barril apesar de ter ficado claro deu aquela sensação q eles resolveram td por cima!

    Qto a Lumen…vc já sabe né, vou defender a personagem, e a atriz tb, gosto do trabalho da Julie Stiles e gostei da atuação dela, mas concordo com vc em um ponto: este episódio deu essa sensação q ela só estava usando Dexter para cumprir sua vingança e foi mesmo cruel a forma como ela simplismente quis ir embora, claro q é compreensivel, ela fez td o q fez motivada pela raiva..mas qdo td acabou seu dark passenger se foi..e ela viu q não suportaria estar com alguem q eternamente carregará o lado negro!

    Mas alí criou um laço..e Dexter mais uma vez se machucou, gostei do q ele disse no fim do episódio: "…tentamos fazer a coisa certa, até mesmo eu!.. Nada é imutável, nem mesmo as trevas."

    Com ela ele pensou ter a chance de ser humano, mas…desejos são para crianças né Dexter!

    Então Carla acho q vc pode ficar tranquila, na próxima temporada(chega logooo) teremos um Dexter em toda sua genialidade ;)

    É isso, acabou, adorei suas reviews Carla, foi mto bom discutir e entender melhor nossa série favorita!

    Até mais!

    • Meu maior problema Audrey, nem é mais com o romance, sabe? Só não consigo mesmo concordar com a parte grudenta.. de comprar canivete bonitinho, luvas combinando.. Nem em outras séries, ou na vida real, eu acho isso 100% honesto..

      Jordan era um psicopata, mas um psicopata conhecedor do que estava fazendo.. Dizem que uma pessoa perturbada reconhece outra, talvez essa seja a lógica do que aconteceu entre eles.. e se ele não fosse doentio, poderia até significar alguma ajuda para os dois..

      Debra foi um destaque nessa temporada.. minha implicância não me deixava gostar dela, mas cresceu e se tornou essencial para ligar todos os aspectos a história..

      Eu tinha certeza que ia defender a Lumen ^^ Embora eu tenha tentado pelo menos me solidarizar com o que aconteceu com a personagem, sua atitude final eliminou qualquer chance de aceitá-la.. Reconheço que tenha sido importante nesse processo de recuperação do Dexter, mas o egoísmo com que agiu dá a impressão de que nada do que aconteceu foi verdadeiro.. justamente por saber quanto é difícil carregar o lado obscuro, deveria ser a primeira a se oferecer a ficar do seu lado..

      Dex machucado foi extremamente triste de se ver.. Espero que no próximo ano (chega logooo 2), ela consiga se fortalecer de novo.. e dou até o braço a torcer se encontrar um amor que realmente o aceite..

      Obrigada por continuar voltando apesar das nossas discordâncias Audrey! =D

      • Audrey disse:

        Claroo q volto, gosto das suas reviews, mesmo com as discordâncias, elas são importantes =)

        Mas é isso, foi mto triste mesmo ver Dex machucado..q vontade de dar colo e dizer: pode matar pessoas a vontade querido eu deixo! rsrs

        Opaa…quero ver vc se render á um amor pro Dexter, ele merece alguem!

        See you..

        • Nossa, nem fala Audrey! O que é uma ou outra morte né? Dxa o coitadinho ser feliz… até compra par de luvas combinando, mega fofo!

          Prometo que vou tentar, só espero que seja mais bonitinha que a Stiles! ^^

  6. Marcos José disse:

    Como alguém que defendeu a temporada mesmo nos seus momentos mais difíceis me solidarizo com a decepção que você sentiu com esse final, sem dúvida o pior de todos até agora. As resoluções foram esquemáticas demais, tudo se resolvendo como se as pessoas não fossem capazes de atentar para detalhes que não podiam ser jamais deixados de lado. Quer dizer que o Dexter falsifica o resultado do exame no sapato e o Quim sai livre, mas e a assinatura dele na requisição do material? Ainda que tenha sido uma falsificação do Liddy não dá para simplesmente deixar tudo de lado. E o carro que o Dexter roubou? Vamos ter que considerar que ele fez uma limpeza nele antes de levar o corpo do Jordan? Até quando o Dexter vai continuar interferindo nas investigações e ninguém naquele departamente vai notar? Os roteiristas vão ter que fazer um esforço sobre-humano na próxima temporada, pois não vai dar para manter as coisas do jeito que estão. A resolução da situação dele com Lummen não me desagradou por ela ter simplesmente se dado conta de que uma vez satisfeita a sua vingança tratou de seguir em frente com a sua vida. Recentemente eu li um conto de Machado de Assis chamado "O enfermeiro", ele conta a história de um homem que cuida de um velho detestável e num acesso de raiva o mata, depois de passar por momentos de pânico e culpa ele simplesmente percebe que com o tempo tudo acaba se ajeitando, principlamente quando é informado que o velho que matou lhe deixou uma herança. Lummen não era uma psicopata, ela queria se vingar de seus algozes, como qualquer pessoa normal poderia querer no lugar dela, ao conseguir isso decidiu seguir em frente. Essa idéia seria interessante em qualquer série, mas em Dexter ficou muito ruim, pois a reação dele pedindo para ela ficar me deixou triste pelo maneira como os roteiristas decidiram a situação, faltou a coragem de mostrar que talvez ela não fosse tão vítima quanto se imaginava, tal como era o caso da Emily, em vez disso preferiram aquele final que correspondia a essa "humanização" do personagem que em vez de fazê-lo evoluir só contribui para descaracterizá-lo, pessoalmente eu preferia que Jordan a tivesse matado a esse final.

    • Confesso que eu gostaria muito de ter gostado dessa temporada Marcos.. mas não há como negar que, gostando ou não do romance/parceria com Lumen, essa season finale foi uma das mais mornas até agora..

      Não comentei sobre as pontas soltas.. mas tenho esperanças de que elas se tornem um gancho para a sexta temporada.. Sempre me perguntei como Dex nunca dxou nenhum rastro de DNA em uma cena de crime, e com Liddy, isso se torna ainda mais misterioso..

      Agora que vc comentou, comecei a pensar no carro.. ele sofreu o acidente e levou o corpo no carro do próprio Jordan.. mas e depois? ficou lá abandonado? E como a equipe do Miami sequer se preocupou com o 'sumiço' dele depois da cena do crime? Se existia pressa em processar o sangue, alguém deveria ter notado que ele não estava mais lá..

      Esse conto que vc mencionou é uma prova de que seguiram um caminho mais fácil.. odiei ver Dexter vulnerável pedindo que ela ficasse.. comentei aí em cima, que pela primeira vez, senti vontade de chorar durante um episódio.. E embora isso possa soar como um ponto positivo, a primeira vista, me deixa ainda mais triste por levarem o personagem a esse tipo de coisa..

      Adoraria que ela tivesse ido embora logo depois do assassinato ou mesmo que fosse sem se despedir.. a frieza da cena e o desespero de Dex foram desnecessários.. Porém, tal como vc, preferia que Jordan a tivesse matado.. e revelado seus motivos por trás daquelas mortes..

  7. Fernando disse:

    É, nem tem muito o que dizer. Você já resumiu a frustação da maioria. Além de ter sido um final decepcionante, não deixou nenhum gancho para estimular interesse na sexta temporada. Além disso deixou várias pontas soltas: as fotos no apê de Quinn, o carro roubado por Dexter (ele mesmo disse que usaria o do Jordan, mas ele roubou aquele carro perto do local do assassinato do Liddy, ninguém vai achar isso estranho?), a oficial chatinha que ajudou/usou Deb, geralmente locais como acampamentos só tem uma entrada e uma saida, ah vários furos.

    Concordo que essa temporada foi de Deb e vamos ver o que eles prentendem com essa 'preparação' que foi feita na personagem para descobrir a verdade sobre o Dexter. Outra falha, no final da quarta temporada ela começou a investigar o passado e simplesmente deixou de lado nessa temporada. Triste. Muito triste.

    • As pontas soltas da temporada são mesmo extremamente frustrantes.. o problema não é nem deixar um ou outro furo, mas sim que deram muita importância para detalhes que acabaram deixados de lado.. Não existia razão para construir tantos riscos e resolve-los de maneira tão rasa.. A babá e a policial latina viraram detalhes bobos, desnecessários.. enquanto o drama bobo de LaGuerta e Angel, ganhou minutos essenciais da série..

      Sabe que eu fico em dúvida sobre o quanto Debra descobriu sobre o passado, Fernando? tinha a impressão de que ela havia chegado tão longe a ponto de não largar a história até saber td.. mas isso foi sumariamente deixado de lado.. Se a sexta temporada for focada nisso, é até aceitável.. mas continuo com medo dos rumos que isso possa tomar..

  8. Mchall disse:

    De facto, Carla Gomes, acho que viste esta 5ª temporada da maneira errada, claro, cada interpretação é própria, mas por exemplo, não sei como criticas o papel de Lumen. Eu simplemente adorei o seu desempenho e muita pena tenho se ela não retornar na 6ª…

    Enfim, não vou comentar mais este post, porque como já referi, não concordo em nada da tua interpretação da série. Esta foi a melhor temporada de Dexter até agora, escolha dificil, porque todas elas foram geniais, mas esta mostrou algo mais de Dexter que não se tinha visto em outras precedentes.

    • Eliana disse:

      concordo contigo! odorei o desempenho de julia stiles como lumen. E acho tao superficial o facto de a maioria das pessoas nao gostarem dela por causa da sua aparencia invulgar

      • Acho complicado usar vulgaridade como quesito de qualidade.. Pelo menos pra mim, o rosto de Julia trabalha numa nota só.. e isso não tem nada a ver com aparência

    • Oi Mchall eu respeito e invejo quem gostou dessa temporada.. Adoraria ter me encantado com Lumen e admirado o trabalho de Julia. Mas não consigo fazer isso ao comparar sua atuação com a de Michael C. Hall, por exemplo.. suas expressões faciais não me convenceram, assim como o caminho seguido pela história..

      Cada um tem mesmo sua interpretação, a minha exigiu mais da série por acreditar que esteve abaixo do que poderia oferecer.. E infelizmente, não enxergo nenhuma genialidade no que foi apresentado..

  9. Pedro O. disse:

    A temporada que recém findada tratou de um dexter enlutado e carente.

    Logo no início, quando estava fragilizado, ele conheceu Lumen, que também estava fragilizada. Qual a graça de sofrer sozinho quando se pode sofrer junto? Só que vejam que neste tocante momento de consolação mútua ele acabou realmente gostando da dita cuja Lumen, ele estava inclusive empolgado com o relacionamento (eu até que estava me acostumando com aquele clima de "partners in crime")mas, para a infelicidade de dexter e a felicidade de alguns fãs da série, Lumen demonstrou que era apenas uma espécie de parasita ingrata, esteve ali enquanto era conveniente, depois que não lhe convinha mais ficar ali, ela simplesmente alegou a insustentabilidade do relacionamento todo aquele mimimi e foi embora. Uma falta de tato impressionante porque se fosse eu teria esperado pelo menos a festinha de aniversário.

    Para o Dexter restou a tristeza e o aprendizado, assim como uma doença, que depois de curada deixa o sistema imunológico preparado para uma próxima invasão biológica. O que me preocupa é a impressão de que cada vez mais o nosso protagonista desenvolve uma espécie de fobia de relacionamentos amorosos, uma vez que os relacionamentos dele parecem sempre fadados ao fracasso. Pelo menos ainda existe a Deb, que finalmente conseguiu luz própria na série.

    Bom, pelo menos Dexter deixou o luto de lado e, assim como a fênix, ressurgiu das cinzas uma pessoa diferente, ao que tudo indica um "mix" da personalidade do dexter da primeira temporada com tudo aquilo que ele aprendeu com o seu processo de "humanização", se é que podemos chamar assim.

    Infelizmente se nem jesus agradou a todos, quem dirá alguns roteiristas. Resta apenas esperar a sexta temporada que foi anunciada como não sendo a ultima temporada da série. Pelo visto ainda teremos alguns anos em companhia do dexter.

    • Pedro, gostei dessa sua análise cuidadosa.. Pensar que sofrer junto é melhor que sofrer separado dá uma certa coerência para o que aconteceu.. O erro de Dexter pode ter sido a entrega demasiada.. Embora eu acredite que td tenha começado com seu entusiasmo com a possibilidade do amor.. e não com o sentimento em si..

      Classificar Lumen como uma parasita pode combinar com a ideia de que ela tenha sugado parte de Dexter, sem preocupação com as consequências disso.. Apesar de tê-la achado detestável, ainda acredito que em algum ponto, ela nutriu algum tipo de admiração por ele.. de uma maneira torta, antes de se dar conta que ele poderia ser apenas um instrumento descartável..

      Sinceramente não sei se em algum momento ele vai conseguir encontrar alguém para ficar ao seu lado.. Rita era puritana demais, Lumen foi ingrata demais.. O meio termo disso td parece impossível.. E entendo que essa fobia se torne crescente..

      Espero que ressurja mesmo.. mais forte.. Talvez mais humano, mas equilibrando melhor essas nuances.. pra não acabar de novo no papel de vítima..

      Não gostaria de muitos anos de série.. Me contento com mais uma temporada mais coerente, que consiga concluir a história de forma digna..

  10. Eliana disse:

    Sou uma grande fa de dexter e apesar de muitas vezes nao concordar com as reviews de alguns episodios. Vou ter que concordar contigo que este episodio final foi uma desilusão e consequentemente fez baixar a qualidade de toda a temporada. Os primeiros episodios nao houve muita acção e desenvolvimento, só quando apareceu lumen é que eu passei a ver com mais atençao a temporada. Tenho que dizer que nao concordo com as criticas dadas a lumen pois nao so ela nos levou a conhecer uma faceta mais "humana" de dexter como tambem fez-me tremer com medo que dexter fosse apanhado. Esta foi talvez o ponto alto da temporada (na minha opinião) os erros que dexter fez por amor a lumen, no entanto acho que o episodio final foi uma grande desilusao! A minha teoria do final tinha a ver com algum dos dois ser apanhado (devido aos erros cometidos ao longo da temporada) e apartir dai para a proxima temporada poderia começar uma interessante historia do julgamento etc. e algo que sempre me perguntei, o que acontecera quando dexter for apanhado? No entanto tudo o que vi no final foi desilusao atras de desilusao para os escritores terem liberdade criativa na proxima temporada. ou seja, da para perceber que eles nao gostam muito de interligar as temporadas como aconteceu no caso da 4 para a 5 e da 1 para a 2 quando o final e muito forte, a proxima temporada necessita de uns quando episodios para acalmar e depois começar com a nova historia.

    o que tou a tentar dizer e que o final foi muito forçado. O jordan foi demasiado facil de matar, o homicidio de liddy nao foi dado muita atençao, a relaçao entre quin e dexter podia ter ido mais longe, a saida fria de lumen foi muito forçada (se soubesse que ia ser assim preferia que morrese) e os final onde toda a gente feliz e contente deu-me vomitos, parecia uma novela! mas gostei no final quando dexter soprou as velas, desejos sao para crianças.

    p.s. deixa a julia stiles em paz, ja tenho pena dela do tao mal que toda a gente diz dela!

    • Oi Eliana,

      a percepção das pessoas de cada episódio sempre é diferente.. não tenho a menor pretensão de que todos venham até aqui pra concordar.. muito de minhas opiniões foram influenciadas por argumentos apresentados aqui..

      Por ter mantido quase sempre uma season finale bem feita e bem amarrada, a frustração desse episódio foi a rapidez e superficialidade com que algumas coisas foram resolvidas..

      Minha dificuldade com Lumen é a velocidade com que as coisas aconteceram.. entendo a identificação entre os dois.. o senso de cumplicidade, mas não consigo superar a parte romântica.. Seria mais fácil se a aproximação deles não parecesse melosa, em especial depois do 10º episódio..

      Sinceramente, não sei como td seria conduzido se Dex fosse pego.. concordo que poderia valer uma boa temporada.. mas só consigo enxergar isso no final da série.. como um ápice antes do fim e sem continuidade.. Espero estar errada..

      Exatamente, a facilidade e a felicidade geral foi frustrante demais.. Jordan merecia uma morte mais elaborada, mais difícil.. ou ate a sobrevivência.. N entendi a escolha pelo caminho do felizes para sempre.. O final de Dexter, aparentemente se dando conta da realidade, foi legal.. mas não o suficiente para salvar o capítulo..

      Ps: Prometo não julgar demais.. mas realmente não gostei de sua interpretação =/

  11. Evildead disse:

    Bem, acredito que esta foi a temporada mais fraca da série – junto com o círculo Miguel Prado. Minha opinião, lógico. O que me pareceu latente durante a temporada é que se tinha pouca estória para contar. Perdemos diversos episódios com a investigação policial sobre Santa Muerte. E tudo aquilo foi simplesmente para Deb passar um tempo nos arquivos e por sorte encontrar os arquivos do caso dos barris ? E a nova detetive? Sumiu sem deixar vestígio? O uso excessivo da sorte me incomodou durante a temporada. Acho uma solução falha. Gosto quando os personagens pagam pelos seus erros – o que Dexter fez na temporada passada. E Jordan Chase ? Um personagem fenomenal mas que foi irritantemente mal aproveitado. Nossa, fico imaginando os diálogos que ele e Dexter poderiam ter, porque, como o próprio Chase disse, mortes são mortes. E eles são iguais! A temporada prometeu muito mas se arrastou e apresentou soluções rasas. Mas ainda assim teve os seus bons momentos- principalmente com os personagens coadjuvantes.

    • É, sem dúvida a temporada se assemelha mais a de Miguel Prado, Evildead.. Tenho encontrado muitas opiniões favoráveis ao enredo, inclusive dizendo que essa foi uma das melhores, então me sinto um pouco mais tranquila ao saber que não sou a única a não ter gostado..

      Quando Deb foi parar nos arquivos, imaginei que fosse descobrir maiores detalhes sobre o passado do pai, do irmão.. mas o que parece foi só pra ter aquele empurrãozinho de sorte mesmo.. A detetive latina e a babá viraram detalhe.. não consegui entender suas presenças.. pelo menos não a curto prazo..

      A sorte foi decisiva e até chata.. os riscos corridos por Dexter foram resolvidos de um jeito irreal.. que sequer pode ser considerado digno.. Jordan tinha td pra alcançar Trinity, mas acabou mal explorado.. Tbm fico imaginando os diálogos que poderiam ter.. acredito até mesmo que pudesse ajudar Dex, com suas verdades motivacionais..

      O que me dxa feliz é saber que, mesmo quando tem elementos ruins, Dexter ainda está acima da média..

  12. Diego disse:

    Olha Carla, eu não achei de todo a série ruim nessa temporada.

    Mas também não gosto do Dexter montando um par romântico. Conforme Dexter vai perdendo seu estilo "psicopata solitário", parece que cada vez mais as mortes perdem o sentido. O código de Harry parece ter sido completamente esquecido, e eu gostava muito disso na série.

    Até mesmo na morte da Lila, Dexter foi o executor ao manter seu senso de justiça. A Rita (que era uma chata de galocha) se foi, e na quinta temporada eles tentam novamente forçar a barra, dessa vez com alguém mais "cúmplice" que na última hora some com meia dúzia de frases. Isso tira muito a lógica da temporada inteira.

    Inclusive, 3 mulheres em 5 temporadas parece uma média bem boa para um psicopata que se diz sem sentimentos! :D

    Outro aspecto é que nessa temporada, Dexter basicamente não tinha somente um inimigo que era a razão da temporada. Assim, apesar de Jordan Chase ser maior vilão, o caso se focou também na caçada aos comparsas. Se não estou enganado, na outra temporada Dexter em geral ia matando vítimas sem ligação com o vilão principal.

    Também gostei das atuações de Johnny Miller (eu não sabia de onde reconhecia esse ator, ele foi o SickBoy em Trainspotting!!!) e do Robocop.

    Valeu pelos teus textos, beijo!

    • Ah Diego, eu tbm não achei que tenha sido completamente péssima.. mas não consigo entender uma certa celebração dos rumos seguidos.. eu aceito a dupla, aceito a parceria.. até aceitaria o romance, mas o grude foi demais pra mim.. Os descuidos ao longo dos episódios e o esquecimento total de Harry foram decepcionantes, pq grande parte de seu charme estava em sempre saber o que ia acontecer..

      Achei mto estranha sua atitude ao considerar matar Quinn no episódio passado.. principalmente por causa de Doakes.. e de Lila.. O jeito forçado com que Lumem se tornou o grande amor, cúmplice, whatever, me incomodou.. não soa coerente, nem com o personagem e nem com o que costuma acontecer..

      Gostei que tenham sido vários inimigos, orquestrados por um.. mas adoraria ter visto mais Shawn Hatosy, mais Scott Grimes.. de qqr maneira, nesse ponto, foi algo positivo.. A conclusão que deixou a desejar..

      ok, nunca tinha pensado nisso. Dexter começou a namorar Rita.. e ao mesmo tempo a ficar com Lila.. depois Rita morreu e ele foi parar na cama com Lumen. Ele é um don Juan disfarçado! =D

      Eu que agradeço as visitas!! Bjs!

  13. Bem rs vamos lá, primeiro, que não resisti e li essa review antes de ver episódio, de tanta ansiedade. Quando li seus comentários e temi o pior, bem vamos lá, o que ferrou essa temporada na minha opinião:

    - Insistir em Laguerta e Baptista, sem química

    - Laguerta é uma fdp ou não? Porque parece que nem os roteiristas sabem, tendo em vista que tem episódios que ela tá um saco e no outro amiguinha.

    - Santa Muerte para que serviu? Nada né? Tem um assasino a solta e ninguém fez nada?

    - A policial Latina é cast de novela das 20:00?

    - Julia Stiles é fraca, a atriz não deu química na série.

    - A maneira mágica que tudo se resolveu. Nesse ultimo quero fazer um adendo.

    Algumas semanas atrás falei que Lumen era uma tentativa de mostrar que Dexter podia ser uma pessoa normal, achei ridículo ela abandonas ele, e nem cogitar tentar ajudar o Dex, uma coisa que seria legal, seria se ela largasse do Dexter, pela palavras do Jordan, pois aquele discurso dela virar um mostro seria uma pegada interessante, e seria o ultimo golpe do Chase, meio Trinity, mas melhor que matei 2 pessoas e agora sou normal.

    Outra decepção foi o Robocop, e Dexter novamente não sendo pego, achei rídiculo ele livrar o Quinn e o mesmo nem dar uma indireta do tipo, eu mantenho o seu segredo você mantém o meu. Essa temporada, foi nada para mim, não devia ter acontecido, foi uma pena, pois tinha tantas ilusões e até teorias, e não tivemos um gancho para a próxima temporada, sinceramente espero que o Dexter volte mas sombrio e já que já vimos que ele não tem redenção que o cerco se feche contra ele.

    • Só um adendo, eu vi o episódio agora a noite antes de escrever tudo isso rs

    • PERAE, vc teve coragem de ler a review antes de ver o episódio! Estou chocada! ^^ Jamais conseguiria fazer isso.. nem outras reviews eu não leio antes de terminar a minha.. ou acabo me sentindo influenciável.. Espero não ter estragado o final pra vc..

      Comentando seus tópicos.. LaGuerta e Angel, desnecessários.. LaGuerta sozinha, desnecessária.. Santa Muerte, um dos maiores desperdícios, adorei as poucas cenas de crime que apareceram, mta simbologia pra explorar.. Policial latina, tbm conhecida como 'extra nº2', do clubinho dos desnecessários.. Julia Stiles agrada mta gente, só não descobri pq ainda.. A mágica do final, covardia..

      Se Lumen se mantivesse na série e se fizesse toda uma temporada com Dexter lutando pra não se dxar levar pelo passageiro obscuro, e depois ela fosse embora.. ao perceber que não conseguiu, ela teria minha admiração.. Ou se tivesse se sacrificado.. mas ao largar quem mais a ajudou, se tornou mais uma personagem detestável..

      Robocop foi o inimigo que mais chegou perto de toda verdade.. e apesar da cor bronzeado cancerígeno, merecia muito mais do que a morte na van.. até torci por ele, para que descobrisse cada vez mais., e ficasse confiante.. mas tbm virou nada..

      A falta de gancho pra próxima temporada me desanima.. tenho sérias dúvidas se foi proposital ou se não sabem o que fazer =/

      • Kkkkkk sou curioso já tinha feito isso antes rs. Mas no meu caso, não tinha como estragar, pq apesar dos pesares já tinha deduzido um final meio que assim. Esse ano nenhuma série me deixou empolgado com o final de temporada.

        Agora é esperar, parabéns pelas resenhas, e por ler as minhas teorias, algumas furadas e outras possiveis rs

        • Se eu pudesse, e não escrevesse as notícias do blog, viveria uma vida totalmente livre de spoilers.. minha expectativa sempre me decepciona..

          Eu que agradeço, as teorias e comentários foram quase a melhor parte da temporada =)

  14. Francielli disse:

    Oi Carla,

    Primeiro gostaria de te parabenizar pelo ótimo trabalho.

    O que me decepcionou nessa season finale foi o fato de a Deb não ter descoberto a outra face de Dexter sendo que a temporada inteira pareceu prepará-la para isso. Acho que seria uma forma muito mais interessante até mesmo de começar a sexta e última temporada (espero q assim seja, pra fechar com chave de ouro). Seria muito melhor se o episódio tivesse se focado mais nos diálogos de Jordan e Dexter e perdido menos tempo com festinha de aniversário e com a morte do Robocop, cuja investigação até era passível de mencionar, mas que na prática não teve importância alguma pra trama, na minha opinião. Quanto à Lumen, bem, acho que é dela não se prender a ninguem, por melhor que ele seja. Temos que lembrar que ela já abandonou um noivo no altar. Porém, tenho pra mim que o passageiro negro continua lá, e breve será acordado novamente.

    A temporada como um todo me agradou, talvez porque eu goste de ver um Dexter mais humanizado, o que acho muito plausível agora que ele tem uma família e, querendo ou não, seu contato com os "humanos" é cada vez mais intímo. Isso demonstra um amadurecimento da série, que rapidamente se tornaria chata e superficial caso o foco fosse somente as mortes e não a evoluçõ psicológica do protagonista.

    Pra finalizar, gostaria que me esclarecessem sobre uma coisinha: aquela frase da Deb, "eu estou feliz… vc deve estar também, agora que isso tudo está acabado", é o que eu estou pensando que é? Ela sabe que ele era um dos vigilantes??? =O

    Abraços!!

    • Francielli, embora eu tenha defendido que Deb não estava pronta pra descobrir td, acho que mto das resoluções acabou seguindo o caminho da covardia.. eles optaram pela saída fácil e perderam a chance de intensificar a história..

      Tinha apostado na festinha de aniversário pra alguma coisa acontecer e dar aquela empolgação pra sexta temporada, mas acabou sendo só uma festa mesmo.. Jordan foi mal aproveitado, tinha td pra segurar a finale só pra ele.. se a temporada tivesse terminado no 11, pelo menos teríamos a esperança de um suspense..

      Lumen foi extremamente egoísta com Dexter.. e talvez tenha sido assim com o noivo tbm, embora sejam situações diferentes.. o que me incomoda é a maneira como td foi conduzido, pra depois terminar de um jeito cômodo..

      Olhando sem implicância, eu digo necessariamente que a temporada tenha sido ruim, mas esteve longe do que Dexter é capaz de apresentar.. o que poderia ser uma mudança total de eixo, se tornou algo água com açucar..

      Sabe que na hora que Deb estava falando com Dexter, tbm tive essa sensação? de que ela tinha consciência sobre quem eram os vigilantes? mas no fim das contas, acho que não.. Adoraria que fosse, mas pouco provável a essa altura do campeonato..

      Nos resta esperar! =)

      • Marcos José disse:

        Pra mim foi só um truque dos roteiristas, uma forma de gerar algum tipo de comoção, até porque eles devem ter consciências de que faltou algo de impacto para gerar expectativa para uma próxima temporada.

  15. Marccello1974 disse:

    Olá Carla, primeira vez que comento no site não vou falar muito porque não sobrou muito que falar (rsrsrsrs) mas tudo bem.

    Apesar de tambem não ter gostado do ritmo dessa temporada que ficou muito aquém das anteriores, mas sempre quando falamos em evolução do personagem coisa e tal,isto na minha opinião se remeteu ao Dexter, uma hora ele iria ficar mais emotivo e descuidado mesmo, até mesmo porque ele não é perfeito(mesmo sendo um serial killer)e ele é humano pôxa vida!!

    Achei válido esta temporada sim, e tentar adivinhar o que vem na próxima!

    Ps:Li todas suas reviews achei muito boas…

    Voçê sabe quando vai começar o next season do DEXTER?

    Espero que a separação do Michael C.Hall e da Jennifer Carpenter não afetem as atuações.

    • Bem vindo Marcello! ^^

      Eu não desconsidero essa temporada.. não acho que tenha sido inútil e horrível, mas seguiu um caminho mto fraco.. sem nenhum tipo de profundidade ou risco.. meu problema é que evoluir não significa mudar de personalidade.. e em determinados momentos, parece que foi isso o que aconteceu..

      A próxima temporada deve estrear em setembro de 2011.. Imagino que a separação não vai afetar mta coisa.. antes de td, eles são ótimos profissionais..

      Fico feliz que tenha gostado =)

  16. carlos henrique disse:

    essa critica foi muito injusta,a genialidade dessa serie esta no quanto mutavel dexter pode ser,assista o primeiro episodio da primeira temporada e assista a quinta."todos nos podemos mudar" essa a sera mensagem da 6ª temporada(que podera ser a ultima),a quinta foi o prenuncio disso.

    abraço

    • Oi Carlos,

      faço a mesma sugestão pra vc.. se tiver um olhar crítico, vai notar que mtas das ações de Dexter nessa temporada nada tem a ver com quem era na primeiro ano.. acabei de escrever aí em cima, evoluir, crescer, amadurecer, não significa mudar quem vc é.. e ele mudou completamente em alguns aspectos.. Acho difícil comprar essa ideia..

      mas cada um tem sua percepção das coisas.. tenho inveja de verdade de quem conseguiu gostar.. ^^

  17. Bruna disse:

    Bom Carla chegamos a mais uma season finale de Dexter e pela primeira vez desde quando comecei a assistir a série, estou decepcionada com o final!

    Pois sempre me surpreendo e fico de boca aberta com as reviravoltas que costumam acontecer…

    Tinha até comentado na ultima review que já tinha uma noção doq ia acontecer nesse season finale, mas estava completamente errada…

    Pois apesar de gostar e ter defendido nos meus comentários passados a Lumen tinha uma noção diferente, pois tinha tirado a conclusão precipitada de que a Lumen iria se sacrificar pelo Dex de algum modo,então quando a Deb foi embora e deixou os 2 escapar meio que caiu a minha ficha e ME DECEPCIONEI …Pois como o Dex eu estva TOTALMENTEE deslumbrada com o idéia dele ter essa tal "conexão" com alguem e poder ser totalmente sincero, não precisar fingir ser um "ser humano" com sentimentos o tempo todo.Então por isso não estava me importando com esse romancizinho dos dois, pq sinceramente gostei das cenas dos 2… o Michael C Hall é um ator brilhante e incrivel,mesmo é claro que a Julia Stiles não chega nem perto dos pés dele …rsrsrs e mesmo assim estava gostando do rumo da coisa, ele mostrando uma faceta diferente do normal… mas sem mudar sem "jeito"…POrem tinha perdido completamente a conciencia do CONTO DE FADAS que estava acontecendo …

    Mas concerteza os roteristas podiam ter explorado MUITO mais essa história dos 2 e concordo plenamente com a Lana eu queria tanto mais tanto que a Lumen tivesse caido do barco naquela cena do TOSCA do Titanic; pq assim como a Lumen não enxerguei mais ela na vida do Dex, em nenhum sentido… depois que o Jordam morreu …. NENHUM mesmo ela não se encaixava mais na história …

    e por isso fiquei até feliz quando ela deu uma de egoista e foi embora… com uma desculpinha esfarrapada … MAS o porém é …. pq daquele jeito??…. e depois d tudo que o Dex fez por ela???Não fez sentido …E confesso que foi ae que a temporada não fez nenhum sentido pra mim , pra que tanta melasão e romance se no final ela ia dar uma de loka e cair fora… pq então os roteristas não exploraram uma coisa mais vingaça no Dex sem romance…Tipo uma menina solitária que talvez o enxergasse mais como Pai ou Irmão talvez "Seu herói" que a ajudou a se vingar dos que lhe fizeram mal … seilá menos isso …menos em Dexter :(

    Mas estou procurando não pensar mt nisso e torcendo demais para que a

    6 temporada sei já mil vezes melhor ….

    Obrigada Carla por suas incriveis reviews, e tomara que chegue logo a 6 temp *-* jáa estou com saudades de Dex !

    Até mais !Beijoooos

    assim como o restante das histórias secundarias como Liddy, Santa Muerta, Barril Girls e é claro meu querido e louko JORDAN… nossa como queria que ele tivesse matado a LUMEN, ou que ele tivesse sobrevivido pra dar um bom caldo para a 6temporada…

    • Bruna disse:

      a Carla e esse ultimo pedacinho do meu comentário

      " assim como o restante das histórias secundarias como Liddy, Santa Muerta, Barril Girls e é claro meu querido e louko JORDAN… nossa como queria que ele tivesse matado a LUMEN, ou que ele tivesse sobrevivido pra dar um bom caldo para a 6temporada…"

      era para ficar mais pra cima em baixo da observação que fiz para as coisas que os roteristas tinham que ter explorado mais ;)

      Desculpe, foi falta de atenção antes de postar …

      Beijooo !

    • Muito triste ter essa decepção pela primeira vez, não é Bruna? uma das grandes confianças que eu tinha em Dexter era por saber que em algum momentos a coisa sempre engrenava e surpreendia.. e dessa vez, apesar de algumas surpresas, tudo ficou mto morno..

      Vc sabe que eu sempre tive dificuldade com esse clima de conto de fadas, mas acreditava de verdade que teria uma lógica.. e mesmo não gostando de Lumen, a achando insossa, me senti triste pelo que aconteceu com os dois.. pela maneira como td foi conduzido.. Comentei aí em cima que aceitaria Lumen de volta, se ela se dispusesse a ajudar Dex a viver sem o lado obscuro, por exemplo.. O egoísmo com que agiu quebrou grande parte do encanto, tanto para quem conseguiu acompanhar a série sentimentalmente, como para os implicantes, como eu..

      Juro que na cena do barco eu senti quase uma vergonha alheia ao pensar em Titanic.. se ele gritasse 'I'm the king of the world", eu nunca mais assistiria a série..

      Michael C. Hall é incrível, ele foi o que o roteiro fez dele, mas sempre impecável.. fica difícil colocar Julia Stiles em comparação..

      Jordan é o típico personagem que a gente adora odiar.. e foi decepcionante que não tenha sido explorado ao máximo.. tinha td até mesmo para ajudar Dexter a descobrir quem realmente é.. Sua filosofia de vida, na teoria, quase não tem nada de errado..

      Eu falo, reclamo.. mas tbm fico ansiosa com retorno.. continuo confiando demais no personagem.. Que setembro chegue logo! ^^

  18. rafael freitas disse:

    A temporada em si foi muito boa, se o seasson finale tivesse sido 50% do que foi a temporada, teriamos uma belo final.

    Mas o final foi muito ruim, muito ruim mesmo..

  19. O que eu posso falar? Não tenho o que falar! Mais uma vez, não poderia concordar mais com uma review.

    Com certeza foi a temporada com mais baixos da série. Foi frustrante.

    E, ah, como eu queria que o Dexter tivesse cometido um crime passional… Mas não, nem esse presentinho ganhei ._.

    • Seria lindo um crime passional, né? Essa mania de casalzinho perfeito imperou pra depois seguir o caminho mais seguro..

      Frustração é outra maneira de definir a temporada.. mesmo quando tentávamos ficar empolgados, quando a série parecia acelerar, td ficava morno de novo.. então, perdeu parte da graça.. =(

  20. Ettore Moura disse:

    Adorei a Season Finale exceto pela parte do Dex sentimental principal na hora q ele quebra o prato(impressao minha ou eu vi um Killer Menu colado na geladeira do Dexter?) e quase chora com a ida da Lumen embora por mim o Jordan poderia ter matado ela q nao teria nenhum problema.

    Atuaçao da Jennifer mais que perfeita principalmente pq ela acompanhou a evoluçao da personagem o q ajudou muito.

    Sera interessante a proxima temporada se eles voltarem ao Dexter antigo sem emoçoes e tambem seria interessante se a temporada voltasse bem nas ferias da Astor e do Cody na casa dele pra ver ele tentando cuidar de 3 crianças e ainda tendo que trabalhar e saciar o Dark Passenger.

    Quando a serie acabar tomara q acabe com a morte do Dexter pq se acabar com ele se dando bem de novo ficaria muito ridiculo e tomara q acabe ou na 6ª ou 7ª se prolongar demais vai acabar virando um Smallville da vida q so volta a prestar na ultima temporada.

    • Confesso que eu me surpreendo com quem adorou a finale, e fico feliz que alguém tenha conseguido superar e gostar, apesar do sentimentalismo.. Não tinha notado o killer menu, dei uma olhada na cena de novo e vc está certo.. presentinho dos produtores, imagino..

      Jennifer sem dúvida foi uma grande destaque.. injusto considerar que Julia Stiles foi indicada ao Emmy e ela não.. As opiniões de todo mundo parecem diferir bastante..

      Não sei se Astor e Cody retornam para um temporada inteira, acho difícil..imagino que as férias dos dois vai passar batida, mas ainda nao tem como saber mto..

      Ainda não consigo pensar no final perfeito para Dexter.. mas não gostaria que fosse algo feliz, então, a morte do personagem pode ser uma boa saída.. Desde que fosse pelas mãos de um inimigo extremamente interessante, ou mesmo da própria Debra.. torço para que acaba na sétima, com final anunciado antes do começo da temporada..

  21. vanuza disse:

    lumen devia ter morrido. A unica coisa que eu gostei foi a interpretação do Michael na cena q a Lumen fala q ia embora. A cena da Deb, lá no acampamento foi mto forçada. Sei não, ainda fico com a season da quarta temporada.

    • Michael salva qualquer cena, de qualquer contexto.. Gostei de Debra no acampamento, me convenceu.. talvez pq eu estivesse esperando que ela descobrisse a verdade..

      Sou mais a primeira e a quarta temporada tbm, me parece impossível que alguém prefira essa em detrimento das outras, Vanuza..

      • vanuzaa disse:

        Olha, sinceramente, acho que foi um grande erro, renovarem a serie pra mais duas temporadas… deviam so ter renovada uma e esperar a resposta do público. Infelizmente tenho q concordar com a maioria aqui, a serie está decaindo a passos largos.

        • Por enquanto só sexta temporada foi confirmada.. a sétima é só especulação.. Mas os índices de audiência desse ano fazem acreditar que o canal vai explorar ao máximo

  22. Marcos José disse:

    Tick, tick, tick Carla, esse pode ser o som da nossa série favorita indo para o buraco. Sei que parece exagerado dizer isso, mas como eu costumo ler as resenhas sobre Dexter de outros blogs, eu acabei lendo a que foi escrita pela David do Dude News e ele chamou a atenção para um dado importante: a mudança na equipe de roteirista que estava desde o início da série. Eu estive olhando os episódios de Dexter da terceira e da quarta temporada para comparar os roteiristas destas com os da quinta temporada e pensei se não há mesmo uma correlação com o que aconteceu. Na verdade o que eu percebi é que boa parte dos episódios dessa temporada foram escritos por roteiristas que nas temporadas anteriores só escreviam em parceria com o pessoal que comandavam a elaboração das tramas da série até a quarta temporada. Particularmente me chamou a atenção a saída de Melissa Rosemberg e do Clyde Phillips (não sei se é assim que se escreve o nome dele). Não sei até que ponto essa mudança de roteiristas teria afetado a série e como isso poderá afetar uma sexta temporada.

    • Marcos, depois de escrever minha review, sempre leio muita coisa.. Eventualmente acompanho o Davi, porém não tinha visto nada mto concreto sobre mudança de roteiristas.. De qqr maneira, esse tipo de coisa acaba pesando muito, pq nem sempre um profissional consegue alcançar e manter o ritmo criado por outro.. E corre se o risco de mudar sua cara, sua essência.. Mta gente discordou de minhas implicâncias por aqui, mas a verdade é que tenho muito medo de ver um dos personagens mais complexos, se perdendo na facilidade e na burocracia do sucesso..
      Por mais que exista boa vontade, e eu acredito na boa vontade da equipe da série, é complicado demais.. Espero que assim como Jordan esteve errado em sua contagem de tempo, estejamos errados sobre a sobrevivência da série..

  23. Sinceramente, quem te escolheu para resenhar essa série é foda! Suas resenhas atenderam perfeitamente as expectativas de uma das melhores series da atualidade.

    Até a proxima temporada =)

    • Sabe uma das coisas que mais me impressionam nesse mundo? A capacidade de auto elogio que algumas pessoas possuem..

      Obrigada por ter me escolhido chefe, adorei escrever, mesmo! Até a sexta temporada, sem o casalzinho perfeito que vc tanto gosta! ^^

      • huahuahuahua autoo elogio huauuhauhahau
        afff nem me lembre que a Lumen vai embora =(

        bj

        • Não é possível que alguém continue defendendo a Lumen mesmo depois da finale ¬¬

          Retiro o que eu disse. Dizem que Michael C. Hall se separou por causa da Julia Stiles. O mundo está perdido.

  24. Matou a pau! Tirou as palavras da minha boca e despertou muitas coisas que eu não pensava, mas que condiz com minha linha de pensamento. Final fraco, fraco.

  25. Rodrigo disse:

    Carla, Confesso que fiquei muito decepcionado com o season finale. Muitos detalhes foram deixados pra trás e ficou impossível engolir que o Dexter pudesse se safar de tudo. Eu acho que a série ficaria melhor se a Rita aparecesse igual ao pai do Dexter para aconselhá-lo, talvez confundindo ainda mais sua cabeça. Gostaria que no final, Dexter fosse preso, pois seria um fim dramático e realista. E que seu filho se tornasse como ele. Agora chega de viajar e vamos voltar pro trabalho! Abraço!

    • As minúcias e detalhes do roteiro sempre foram o ponto alto de Dexter.. Parte da decepção com essa temporada está relacionada a isso.. Td parece ter sido decidido de maneira rasa, leviana.. Harry fez falta, talvez Rita conseguisse suprir isso, mas corria o risco de ficar repetitivo.. Dexter preso é uma cena que não sei se vamos chegar a ver..

      Bom trabalho Rodrigo =)

  26. Primeiramente parabéns pelo review. Não li os comentários do pessoal, mas fico muito feliz em ver um review que expressa exatamente o que estou sentindo em relação à série, e um texto tão redondinho, ao contrário dessa temporada.

    Poxa, dexter sempre foi uma série tão bem acabada no roteiro, e esse teve tanto buraco que eu fiquei impressionado. Primeiro vamos falar do santa muerte. tudo bem que foi apenas um arco de episódios, mas esperava mais daquela história. Fora que a policial fardada só ferrou com a vida da debra e sumiu. Tinha muito personagem novato sem graça e outros subutilizados.

    Segundo, concordo plenamente quando vc fala do casal LaGuerta e Batista. Pô, que coisinha previsível! Sem falar que a rixa da tenente e a Debra vem desde a primeira temporada, não sei o motivo do espanto do Angel.

    Agora, falando do episódio final, sinceramente, eu achei BEM previsível. a morte do Jordan, o afastamento da Julia Stiles, o desfecho do Quinn. A cena que mais me emocionou foi realmente ver Debra vendo Dexter atrás da cortina. Ver como a irmã de Dexter evoluiu, e citar o que ela passou com o Ice Truck Killer foi uma jogada de mestre. Há alguns episódios inclusive eu lembrei do Rudy, quando Dex diz que Lumen foi a primeira que não reprovou os atos do passageiro das trevas. Mas foi o irmão, Brian Moser, quem primeiro reconheceu a sombra do protagonista, a aceitava e inclusive queria extrair o melhor dela, querendo até que os dois matassem Debra juntos.

    No mais é isso Carlinha, parabéns pelo review e ficamos na espera da próxima temporada. E que a próxima venha com vilões tão bons quanto o ITK ou Trinity, e não tenham fins tão toscos quanto Jordan Chase.

    Abraço!

    • Obrigada Gabriel, fico feliz que o texto tenha agradado..

      O roteiro dessa temporada fugiu mto do que costumava ser.. assim como o personagem, a trama inteira deixou de ser pragmática e escolheu caminhos quase duvidosos pra quem encarava Dex como um serial killer, psicopata e ponto.

      Mtos dos coadjuvantes viraram paisagem.. a história de LaGuerta e Batista foi a mais sem pé nem cabeça.. Tirando Deb, nenhum dos fixos disse a que veio.. E se compararmos os personagens da primeira temporada, Maria é a que mais teve a personalidade alterada.. de bitch a amiguinha.. de amiguinha a bitch e de novo amiguinha..

      A finale poderia ter salvo o enredo de alguma forma.. se tivesse se arriscado e saído da zona de conforto, justificaria mta coisa.. Jordan e Liddy morreram fácil demais.. Quinn ficou bonzinho.. e se não fosse Deb, o diálogo na cortina e a emoção de C. Hall, seria extremamente fraco.. Brian Moser era tão perturbado quanto Dex, chega a dar a saudade lembrar do que acontecia entre eles.. e ainda mais pena pelo desperdício que foi esse ano..

      Espero de verdade que a sexta supere Lumen.. embora não seja tão difícil assim =)

      Ps: Quando puder, envia sua monografia pra eu ler? Obrigada..

  27. Bem, além da Debra ter atuado bastante nessa temporada, acredito que foi uma das melhores atuações de Michael C. Hall. Não sei se foi no oitavo ou nono episódio, mas em uma das atuações de Dexter, ele conseguiu apenas com o movimento dos olhos, em apenas alguns segundos, nos passar várias sensações, terminado com aquele olhar que só ele consegue, como se tivesse se transformado de um ser normal para o serial killer que ele interpreta e muito bem, ele é um ator completíssimo, do tipo que não se via a muito tempo em nenhum tipo de atuação.

  28. Outra coisinha: até agora sei que existem tres livros de continuação do Dexter, se existe um quarto e eu desconheço, até aposto que a quarta temporada foi baseada nele, pq notamos claramente que até essa fase, todas as pontas soltas sempre foram amarradas, não é o que aconteceu nesta quinta temporada, muita coisa ficou "no ar", como o desfecho do Quinn (e as fotos que estão na sua gaveta), a "Santa Muerte", entre outras passagens desconexas.

  29. Desculpem-me, mas o episódio do Dexter em que Michael C. Hall deveria ganhar um oscar é o 11º nos 15:52 minutos, que em dez segundos ele consegue nos passar uma gama de emoções que a muito não via em um ator.

    • Roger, é praticamente impossível imaginar outro ator no lugar de Michael C. Hall.. ele realmente se destacou nessa temporada, e além desse momento que vc mencionou, destaco a atuação do primeiro episódio.. Suas expressões mudam quando deixa o passageiro obscuro tomar conta e menos que não exista uma caracterização específica, se torna completamente diferente.. Sem dúvida digno de Globo de Ouro e Emmy..

      Sobre os livros, são cinco volumes, mas nem td é baseado no que foi escrito.. Tanto a quarta como a quinta temporada possuem um roteiro exclusivo e diferente.. mas vale a pena ler, de qqr maneira =)

  30. Maria disse:

    É no mínimo engraçado e curioso como o fato da tal "humanização" do personagem possa incomodar tanto. o fato de ser O DEXTER, serial killer e tudo mais, não faça dele um 'ser não humano', a evolução do personagem desde a primeira temporada (quando não gostava de sexo, o relacionamento dele com a Rita e como isso estava dando certo). Quem iria imaginar que a quarta temporada terminaria daquela maneira?! Eu, nunca. Não conseguia sequer imaginar como eles iriam fazer com a quinta. O personagem da Julia Stiles veio pra salvar Dexter… toda a temporada foi pra isso, um ajudando a cicatrizar a culpa e ferida do outro.

    Ninguem é uma ilha e o fato de focarem demais no sentimental, o ultimo episodio realmente deixou a desejar. A Stiles foi uma carta na manga pra temporada e pra que no final, Dexter se ligasse que ele nunca será como os outros. Acho que o fato dela ter ido embora, só vai endurece-lo mais e isso espero que seja bom pra que na proxima temporada ele volte com tudo.

    Destaque pra Debra mesmo. Essa temporada foi dela!

    • Oi Maria.. realmente esse processo dele causa polêmica.. eu faço parte do grupo de pessoas que não entende direito a decisão de seguir esse caminho.. Ao falar em humanização, não imagino que ele não seja humano, mas penso mais em uma fragilização.. ou sentimentalização (se é que essa palavra existe)..

      A saída de Lumen não foi necessariamente surpreendente, mas concordo que a maneira como aconteceu foi inesperada.. Lumen serviu como apoio pra Dex, mas acho que foi egoísta demais ao ir embora.. Apesar de ter sido uma 'cura' dos dois lado, ele foi o único que se preocupou de verdade..

      Não sei se vai endurecê-lo mais.. confesso que gostaria que fosse assim, mas fico com a impressão que vai se tornar mais amargo, talvez.. mas ainda com o lado sentimental bastante forte..

      Exatamente.. a temporada foi da Debra!

  31. Pior que concordo com voce em tudo que voce escreveu. E mais: tenho medo de que meus sentimentos por Dexter acabe como foi com House. Para mim House se perdeu na sexta temporada e morro de medo que Dexter tenha se perdido nessa tambem sexta temporada. Não comecei a ver a sétima de House, mas o final da sexta me desanimou. E fico com medo de desanimar também com Dexter que era uma série que eu não tinha a mínima vontade de ver e que totalmente ao contrario do que eu pensava ela me surpreendeu e está acima de qualquer série para mim.

    E por mais que doa dizer, preferiria que acabasse assim como ficou porque piorar será muito triste para uma série espetacular.

    • Oi Anita, eu entendo seus sentimentos quanto a House.. mas acho que acredito um pouco mais.. Não consigo imaginar Dex se tornando tão sem sal assim.. Prefiro pensar que o relacionamento com Lumen foi só um detalhe que acabou, sem chance de retorno.. Ao invés de continuar no mimimi eterno que acontecia entre House e Cuddy.. Talvez por ter passado já algum tempo depois da finale, mas já consigo superar um pouco mais o que aconteceu..

      Seria mto triste se tivesse acabado desse jeito.. mas o medo de que possa piorar é bem justificável.. O jeito é torcer para que os roteiristas tenham percebido o quanto foi fraco e voltem a velha forma ^^

  32. Não tenho palavras. Queria entender em que mundo psicótico vivia Chase. Queria compreender os novos elementos e a mitológia da série em sua nova configuração e o que posso dizer? A temporada foi um Luto completa pela morte do nosso protagonista. Dexter nasceu do sangue e morreu no sangue. Quando a temporada iniciou, pensei que seria a mais sombria de todas. O ritmo estava lento, mas existia uma história, um personagem que passou a ocupar um universo que não domina/dominava e não tinha ideia do que era sentir uma perda.

    Pensei que essa temporada seria sobre união. Não sentimental, longe dessa união, por favor, já disse que Dexter não é Grey's Anatomy, mas a parceria e ação e reação. Pensei que Dex iria se descobrir nesse novo mundo e que a nova escuridão não fosse ser seu karma.

    Minha maior decepção com toda certeza vai para essas resoluções obvias. Quando Deb encontrou o "casal" vingador, só existiam DUAS saídas: Ou Deb mataria Lumen e isso faria com que ficasse em pé de igualdade com seu irmão, ou então iria dar uma chance de fuga para os dois. Ao salvar Dexter e Lumen sabia o qual seria o próximo salvo, Quinn. Afinal, uma mão lava a outra. O que me leva a questionar que a "parceria" ou a "nova" parceria não venha de Lumen, mas de Quinn…

    Essa saída de sorte e bondade que Dexter se encontrou me deixou desapontado com a serie. Os roteiristas tiveram medo e isso ficou claro com o "bota e tira" de casos e informações durantes os episódios. Dexter teve a chance de fazer seus vilões sobreviverem e garantir uma caçada incontrolável em seu próximo ano. Chase x Dexter e Liddy e a verdade sobre DEXTER MORGAN. Perdemos Trinity e perdemos as boas possibilidades que a série poderia conseguir, mas vamos para o sexto ano e ver quais as novas lições que nosso "anti" herói vai aprender.

    • Sei que tem muita gente torcendo pela volta de Lumen na próxima temporada, mas, pelo menos pra mim, quem deveria ter a chance de voltar é Chase.. Talvez por isso a morte dele e de Liddy e a resolução de todos os casos tenha me incomodado tanto.. A história foi zerada sem ter terminado, sem ter sido contada do jeito 'certo', ficando incompleta.. E o pior, sem nenhuma chance de ser melhor esclarecida..

      Tbm imaginei que essa fosse a temporada mais sombria.. Posso ter sido egoísta e precipitada, mas esse seria o caminho mais lógico, não é? de mostrar o descontrole.. e depois, se necessário, colocar Lumen com uma tábua de salvação.. Uma união nascida do trauma, do sangue, seria mais do que aceitável.. Poderiam ser íntimos, próximos, amigos.. mas apenas isso.. Não entendo pq qndo juntam homem/mulher, precisam colocar romance no meio..

      A decisão de Deb me dxou decepcionada tbm.. Não por te-los deixado ir.. mas pq não acrescentou nada à trama.. Era a chance que tinham de surpreender, de torna-la o nome da temporada, de deixar uma clima de ansiedade pra saber como lidaria com isso.. Não sei se imagino uma parceria de Dexter com Quinn, pelo menos não declarada.. Acho que Dexter aprendeu, de uma vez por todas, que não pode abrir a guarda, que não foi feito para isso..

      Essa temporada tbm me dxou decepcionada com a série.. acho que vc usou a expressão certa, ao dizer que os roteiristas ficaram com medo do que fazer.. Por sinal, o nome do episódio mudou duas vezes… A princípio foi divulgado que seria "Eletric Chair" e depois "Through the glass, darkly".. Não sei se foi uma decisão criativa simples, mas fico com a impressão que os rumos mudaram mesmo, por covardia.. não sei..

      E não sei o que esperar da sexta temporada.. Mas adoro saber que vou poder discutir com vc em tempo real ^^

  33. Eu sinceramente não consigo entender como alguém pode ter gostado desta temporada…

  34. henrique disse:

    Essa temporada é ma bosta. Um insulto a inteligência de qualquer um idiota com QI de 21…

    Só queria saber porquê os roteirista originais sairam da série e deram espaço pra esse bostas do 24 horas fazerem esse estrago na série?

  35. mto bom simplesmente a melhor seriee!!!!

Seu Comentário

*